Hope e Gabrielle, Um Amor Separado Pelo Mal


Esperança (ou Hope), nasceu de um deus do mal e de uma mortal, mas não era qualquer mortal, era Gabrielle, a poetisa que trazia consigo valores que poucos tinham. 
Quando Hope nasceu, Gabrielle se apaixonou por aquele belo bebê. Defendeu sua filha, a protegeu e a escondeu, mentindo para Xena. Hope, ainda bebê, matou um homem, e se tivesse chance, teria matado mais que apenas um. Também teve a chance de matar Gabrielle, mas não o fez. 
Tempos depois, Hope reaparece já com a idade de 12 anos, mais ou menos, e encontra Gabrielle. Numa conversa, Gabrielle percebe que aquela menina se tratava de sua filha e acreditou que seu lado mortal havia superado seu lado deusa, seu lado ruim. A menina, por sua vez, questionou o porque de ter sido abandonada  e não amada, mas Gabrielle diz ter feito o que fez para o seu bem, o que ocasionou um momento de emoção vindo de ambas as partes. 
Mas o lado obscuro de Hope falou mais alto e ela concluiu seu propósito, matando o filho de Xena, Solan. Gabrielle não teve dúvidas e deu veneno para a garota, achando que assim livraria o mundo daquele ser maligno. 
Mas não. Hope não morreu e saiu de um casulo. Fisicamente, igual sua mãe. No meio de toda a confusão, Hope vai ao encontro de Gabrielle e pede que ela se junte ao reino de Dahak. Gabrielle hesita, mas Hope insiste, dizendo em outras palavras que ter sua mãe ao seu lado era demais importante. Gabrielle então acaricia o rosto da filha, que se entrega ao carinho da mãe, se sentindo amada. Porém, Gabrielle lamenta pelo veneno não tê-la matado. A garota fica magoada e vai embora.
Apesar de querer trazer o mal para o mundo, ela queria ser amada por sua mãe, pois também a amava. Ela poderia exterminar Gabrielle ao ouvir sua declaração, mas não o fez. Seu lado mortal não a permitiu fazer isso. 
Como todos sabem, elas caíram juntas naquele buraco e, tempos depois, encontramos Hope vivendo com a família de Gabrielle, ou seja, com sua família. Afinal, se tratava de seus avós e tia. Tudo corria bem até Xena aparecer. Então, sua revolta foi maior e ela passou a ser uma ameaça para sua família. Até então, Hope estava vivendo com eles sem nenhum problema, não estava lhes fazendo mal. Ela os procurou porque, sem Gabrielle, foi o que lhe restou em termos de família. Lá ela encontrou o amor que não teve de sua mãe. E lá também teve um filho, ao qual amava mais do que tudo. 
Foi chocante quando este monstro, filho de Hope, mata sua própria mãe num momento de fúria, pois ele também a amava. Gabrielle vê tudo aquilo atônita, afinal, se tratava de sua filha e neto morrendo em sua frente. 
O que concluo é que o lado mortal de Hope sempre amou sua mãe, mas realizar o propósito de seu pai era maior do que qualquer sentimento.
Gabrielle também amava sua filha, mas devido a seus valores, teve que abrir mão deste amor em prol de toda a humanidade. 

por Math Pitbull 


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para evitar comentários com conteúdo chulo e ofensivo, todos serão moderados, certo?

Ѳ Comente pelo Facebook!

Ѳ Mais Vistos