15 Curiosidades em XWP que talvez você ainda não saiba...




01 - O famoso grito de guerra da Princesa Guerreira foi criado aos moldes dos gritos das mulheres árabes.


02 - Em 1996, durante uma participação no programa de TV The Tonight Show, com Jay Leno, Lucy Lawless caiu do cavalo e fraturou a pélvis. Foi por isso que Callisto e Xena tiveram que trocar de corpos, para que Lucy pudesse se recuperar. 


03 - Xena só ficou grávida de Eva por causa da verdadeira gravidez de Lucy Lawless. 


04 - A atriz Vanessa Angel era a primeira escolha para viver Xena, ainda em sua primeira aparição em Hercules Legendary Journeys. Porém, como ela estava doente e impedida de viajar para Nova Zelândia, onde a série era gravada, Lucy Lawless assumiu o papel.


05 - E então Xena virou seriado, onde sua intérprete seria Melinda Clarke, a amazona Velasca dos episódios The Quest e Necessary Evil, mas a atriz desistiu do papel, dando lugar novamente à Lucy Lawless.


06 - Sunny Doench foi a atriz escalada para ser Gabrielle, mas por não querer deixar seu namorado, abriu mão do papel. 


07 - Karl Urban deveria ter feito uma participação como Cupido no episódio Crepúsculo dos Deus, da 5ª temporada, mas foi impedido devido as gravações do filme Senhor dos Anéis. Somente na 6ª temporada ele pôde retornar, mas como Julio Cesar. Em uma convenção, Karl disse que o destino de Cupido foi viver na companhia de Ares e Afrodite, os dois únicos deuses gregos que restaram, no Monte Olimpo. 


08 - A maioria das cenas de luta e ação de Gabrielle foram realizadas pela própria Renee O'Connor. 


09 - Além da mitologia grega, o hinduísmo e o cristianismo foram introduzidos através de várias épocas da história, durante toda a série.


10 - A ideia de dar uma arma exótica à Xena surgiu quando Robert Tapert viu a imagem do chakram, de origem indiana, em um livro de armas antigas que ele possuía. 


11 - A canção Burial, cantada por Xena no funeral de Marcus, foi escrita e gravada pela própria Lucy Lawless.


12 - A série era gravada na Nova Zelândia e contou com a participação de muitos autores e atrizes de lá. Para que eles pudessem falar com sotaque americano, foi contratado um professor para auxiliá-los em tempo integral.


13 - O personagem de Joxer, interpretado por Ted Raimi, foi inspirado pelo personagem de Danny Kaye e, O Bobo da Corte, de 1956. O episódio Por Ele os Sinos Dobram foi uma homenagem a este filme. 


14 - A canção Joxer O Poderoso foi escrita pelo próprio Ted Raimi.


15 - Foram escritos 3 scripts para a realização de 3 episódios que não foram gravados, porém estão disponíveis para leitura. São eles:


* Bastões e Pedras 
* Última Oportunidade
* Caídas






fontes: 





Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para evitar comentários com conteúdo chulo e ofensivo, todos serão moderados, certo?

Ѳ Comente pelo Facebook!

Ѳ Mais Vistos