Visão Maintexter: Comentando os Episódios de XWP - Sins Of The Past



Ao que muitos preferem chamar de subtexto, eu chamo de maintexto. 
Para bom entendedor, meia cena basta.


Xena cavalga em Argo, avistando uma pequena vila destruída. Ela encontra lá apenas um menino, que diz que sua vila foi atacada por uma guerreira chamada Xena. Com isso, ela dá para ele a única comida que ela tem.
Sentindo-se culpada por todo o mal que ela provocou no passado, Xena decide desistir da vida de batalhas.
Então, Xena retira suas roupas de guerreira, enterrando-as juntamente com suas armas. De repente, ela é surpreendida por guerreiros e camponeses, sendo os segundos os moradores da cidade de Potédia. Eles foram atacados e seriam levados para servirem como escravos, a mando do guerreiro Draco.
Xena se esconde e vê o desenrolar dos acontecimentos quando uma das moças resolve se oferecer em lugar de todos os outros, pedindo ao líder dos guerreiros para que ele leve somente ela, deixando que os outros partam em paz.
Xena observa tudo atentamente, impressionada com a coragem da jovem moça. O líder, porém, não aceita a oferta e resolve açoitar Gabrielle, mas ele é impedido pela forte mão de Xena. Ele pensa que se trata de outra moradora de Potédia e investe contra ela, mas leva chutes certeiros da guerreira, caindo ao chão.
Os guerreiros partem pra cima de Xena, que derruba um a um. Outros guerreiros tentam segurar os prisioneiros, mas estes lutam como podem para se libertarem.
No meio da luta, um dos homens agarra Gabrielle, atraindo a atenção de Xena, que arremessa uma lança pelo cabo e derruba ele. Gabrielle completa dando-lhe uma joelhada. Xena vence a luta e os camponeses criam coragem e começam a bater nos guerreiros, que saem correndo.
Xena percebe que se trata de guerreiros de Draco e diz ao líder do bando que ele mande saudações à Draco em nome dela.
Todos voltam em segurança para suas casas. Gabrielle fica impressionada e vê em Xena sua passagem de ida para um mundo de aventuras.
Mas é claro que não se tratava apenas disso...
Os moradores de Potédia conhecem a reputação de Xena e o pai de Gabrielle, Herodoto, diz que Xena deve ir embora o mais rápido possível. Ela diz que partirá imediatamente. Todos saem da sala onde estão, menos Gabrielle, a qual é repreendida por seu noivo, Perdicas. Ela, porém, diz que ficará com Xena e ele sai.
Gabrielle pede para que Xena a leve junto com ela e lhe ensine tudo o que sabe. Ela disse TUDO. E isso inclui absolutamente tudo. Tudo é tudo, certo?
Bom, Xena percebe o interesse da pequena barda e diz que costuma viajar sozinha. Gabrielle pergunta para onde Xena vai e esta diz que irá para Amphipolis. Gabrielle diz conhecer os mapas, mas Xena lhe diz que não quer ser seguida, deixando Gabrielle atônita.
Xena vai embora, mas antes ela decide visitar o guerreiro Draco, simplesmente para pedir que ele desista de capturar os moradores de Potédia. Afinal, o que havia de tão especial naquela cidade para que Xena fizesse tal pedido? Ela foi movida apenas por suas mudanças enquanto ser humano, ou havia um outro motivo?
Draco, um guerreiro que não é de todo o mal, diz que poupará a vila. Porém, ao saber que Xena não queria se envolver com ele em nenhum sentido, ele resolve atacar Amphipolis, ordenando que seus homens façam isso em nome de Xena.
Durante a noite, Gabrielle se levanta da cama, pega suas bolsas e tenta fugir de casa, mas seu jeito atrapalhado faz com que ela esbarre, provocando um grande barulho e acordando sua irmã e colega de quarto, Lila.
Lila quer saber para onde Gabrielle está indo e ela lhe diz que vai seguir Xena, para se tornar uma grande guerreira como ela. Lila não acredita e diz que até ela consegue bater em Gabrielle, mas Gabrielle lhe explica que seus desejos como ser humano não condizem com os desejos de seus pais e que ela também não ama Perdicas. NÃO AMA!!!
Xena segue pelo caminho que leva a Amphipolis, quando se encontra com o ciclope que ela mesma cegou. Mas ela se livra facilmente do ataque dele e continua sua viagem. Os guerreiros de Draco seguem Xena, mas ela os ataca e, usando seu golpe de pressão, o líder lhe revela que Draco planeja atacar sua cidade.
Gabrielle segue pelo mesmo caminho de Xena e é capturada pelo ciclope. Mas Gabrielle é extremamente sábia e diz para ele que ela também odeia Xena e que está procurando por ela para matá-la. Então, o ciclope a liberta.
Xena finalmente chega até Amphipolis, mas os moradores e sua mãe não querem saber dela, devido aos acontecimentos tristes do passado, culpando ela pela morte das pessoas, ocorrida no ataque que vitimou também seu irmão Lyceus. Xena, então, sai da taberna de sua mãe.
Gabrielle continua sua jornada e consegue uma carona até Amphipolis, com um carroceiro contador de histórias.
Xena retorna para a taberna para pegar sua espada e é abordada pelos moradores, que planejam apedrejá-la. Eles dizem que guerreiros de Draco os ameaçam em nome de Xena. Ela então consente e eles começam a jogar as pedras. Gabrielle chega neste exato momento, impedindo as pessoas que continuassem, dizendo que Xena poderia ser mulher de Draco e isso provocaria a ira dele.
O que levou a jovem garota a seguir alguém que ela sequer conhecia? O que a levou a arriscar a si mesma em troca da segurança de Xena? 
Hum...
Gabrielle pega as coisas de Xena e elas saem da taberna. Xena monta em Argo. Gabrielle contesta, dizendo que salvou a vida de Xena e que esta não poderia deixá-la ali. Xena reflete rapidamente e percebe que Gabrielle havia sido de grande ajuda e, então, lhe concede seu braço para que a barda subisse em Argo.
Repare: Gabrielle fica toda faceira e se agarra na cintura de Xena.
Xena vai até o mausoléu de Amphipolis para visitar o túmulo de seu irmão Lyceus. Ela fala com ele, olhando para a tampa do sarcófago e diz que se sente sozinha, que está sozinha. E quem é que aparece nessa hora? Sim, a pequena Gabrielle. Ela diz que Xena não estava mais sozinha e lança um meio sorriso e um olhar reconfortante para Xena, que retribui com um olhar suave.
Draco chega até a taberna e ameaça os moradores, mas Xena o impede de bater no homem que falava em nome de todos.
Xena e Draco lutam, com a condição de que quem perder, morre. Draco está prestes a perder, mas um de seus guerreiros vai a seu auxílio e ele volta para a luta. Mais uma vez, Draco se desequilibra e o guerreiro novamente vai ajudá-lo, mas é impedido pelo pé milagroso de Gabrielle. Draco perde e Xena o manda embora.
Amphipolis está a salvo. Cyrene, mãe de Xena, perdoa a filha. Xena vai embora.
No meio da mata, Xena está sozinha atiçando a fogueira, quando é surpreendida pela presença de Gabrielle. A garota lhe diz que não consegue acender o fogo e que os mosquitos a estão incomodando. Xena pergunta o porquê de Gabrielle querer segui-la e ela diz que a vida dela em Potédia não é a vida com a qual ela sonha. Gabrielle diz ser uma pessoa diferente e que ninguém a entenderia, nem mesmo Xena. Afinal, o que diabos ninguém entenderia? O que a barda estava escondendo, hein?
Xena, então, lhe dá um cobertor e diz que Gabrielle pode dormir junto dela. A garota fica feliz e olha para Xena, conseguindo arrancar da guerreira o primeiro de muitos belos sorrisos que se seguirão no decorrer da série.
No dia seguinte, elas seguem viagem. Xena diz que encontrará dificuldades e Gabrielle diz que sabe disso. Xena pergunta por que Gabrielle ainda assim quer ir com ela, ao que a barda responde: “Os amigos são para isso. Nas dificuldades, eles ajudam uns aos outros.”
Certo, Gabrielle usou a palavra ‘amigo’. Mas como ela poderia ser amiga de alguém que ela mal conhecia?
Com certeza, a química entre elas se deu desde o primeiro momento. Mesmo sem saberem ainda que uma é a alma gêmea da outra, as duas sentiram a conexão entre elas. Isso partindo inicialmente de Gabrielle, provavelmente por ela ser a mais sensível e inocente das duas, além de ter o dom da profecia.
No início deste episódio, Xena está decidida a parar com a vida de guerreira. O que faz ela retornar? Ou melhor, quem?
Afinal, foi para salvar Gabrielle do açoite que Xena saiu de detrás da mata.

por Math Pitbull






Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para evitar comentários com conteúdo chulo e ofensivo, todos serão moderados, certo?

Ѳ Comente pelo Facebook!

Ѳ Mais Vistos