Visão Maintexter: Comentando os Episódios de XWP – Athens City Academy Of The Performing Bards

clique nas imagens para ver no tamanho original

Ao que muitos preferem chamar de subtexto, eu chamo de maintexto.
Para bom entendedor, meia cena basta.


Gabrielle está numa taverna contando uma das aventuras de Xena e todos aplaudem. Um garoto pergunta se ela irá participar do concurso de Trovadores da Academia de Atenas. Até então ela não sabia sobre esse concurso. O pai do rapaz chega para buscar seu filho e quando sabe que o garoto incentivou Gabrielle a participar do concurso ele desdenha dizendo que histórias domésticas não agradam ao público. Eles vão embora e Gabrielle fica extremamente irritada com o comentário dele.
Xena chega dizendo que há Ciclopes roubando os gados em uma cidade. Ela está empolgada pois sabe que Gabrielle adora ir com ela para combater os inimigos, porém Gabrielle pergunta se elas estão muito longe de Atenas, o que faz Xena mudar de expressão automaticamente.
Depois de passar por Tróia e ver que Gabrielle continuou seguindo com ela, Xena estava mais contente em ter a garota a seu lado. O sorriso que ela está esboçando é apagado por uma expressão fechada ao entender que Gabrielle pretende seguir em rumo diferente.


Gabrielle diz que estudar na academia de Atenas é seu maior sonho e diz que se ela ganhar no concurso irá ficar por lá por quatro ou cinco anos.
A expressão de Xena, que já não estava boa, fica ainda pior. Mas ela tenta não demonstrar.
Com certeza, Gabrielle ainda estava confusa com os últimos acontecimentos em Tróia e decidiu, tanto para buscar um sonho quanto para provar para o pai do garoto que ela era capaz, ir para a academia.
Gabrielle diz que Xena não sentirá falta dela durante esse período, ao que a guerreira retruca dizendo que mesmo que ela tivesse um exército inteiro junto com ela Gabrielle ainda assim faria falta e se oferece para acompanhá-la até Atenas.
Ao perceber que perderia Gabrielle, Xena começa a demonstrar seu interesse, mas a garota não percebe, ou, se percebe, não revela. Vai entender...
Gabrielle dispensa a companhia de Xena dizendo que ela precisa combater os ciclopes.
Claro que a razão é outra. Como já dito, Gabrielle precisa refletir sobre si mesma e decidir o que ela quer para sua vida. Dúvidas surgiram desde seu reencontro com Perdicas, ela está confusa, precisa ficar sozinha.
Xena, por sua vez, falsamente agradável, diz que Gabrielle conseguirá obter êxito no concurso.
Xena diz lembrar-se de uma história que ela ouviu quando era criança: dois órfãos que saíam pelo mundo em busca de sua família e que, no fim, descobriam que um era a família do outro. Gabrielle conclui dizendo que a família que eles procuravam viajou a seu lado pelo mundo todo o tempo e que era dessa família que eles realmente precisavam, ou seja, sua família sempre esteve diante de seus olhos.
A expressão de Xena ficou ainda pior, mas ela tenta não deixar isso transparecer.
Xena agradece Gabrielle por ela ser sua família e diz que ela é como uma irmã.
É mentira! Esse papel coube à Flora. Xena disse que Flora foi a coisa mais próxima de uma irmã que ela já teve na vida. Xena só disse isso por despeito.


Gabrielle chora enquanto Xena sai, deixando-a sozinha.
Xena segurou o choro durante todo o tempo. Ao perceber que não conseguiria segurar mais, ela diz para Gabrielle ir em busca de seu sonho e sai.
A garota, que está cheia de dúvidas, suspeitas e confusões dentro de sua cabeça, só consegue chorar e refletir. Ser considerada apenas como uma irmã parece não ter agradado muito a pequena barda.


Os aspirantes a poetas estão em Atenas aguardando quando Gabrielle chega. Logo ela conta uma história e todos aplaudem. Eles entram numa fila para pegar seus cadastros. Gabrielle falsificou seu cadastro e consegue entrar no concurso.
Durante a primeira palestra, ela conta a história de Celesta e todos novamente aplaudem animados.
Os jovens participantes estão no quarto de Gabrielle, incluindo o garoto que ela conheceu na taverna. Um deles diz que Xena é uma assassina e conta a história de como ela seduziu Iolaus.
Finalmente, Gabrielle soube o motivo de Xena não ter gostado de reencontrar Iolaus no episódio Prometheus. Ela fica sem reação ao saber um dos podres da Princesa Guerreira, ainda mais um que envolve sedução. A Xena que ela conhece não parece ser assim. Foi um choque, com certeza. E mesmo que ela já soubesse, ouvir isso na frente de todos não foi nada agradável.
Após ouvir outra história sobre o passado de Xena, Gabrielle resolve defendê-la. Ela conta sobre o bebê que Xena salvou em um episódio de Hercules.
Bem, bem, quem contou essa história para Gabrielle? Foi a própria Xena, Salmoneus ou Iolaus? O fato é que a parte sobre Xena ter se envolvido com Hercules ela não conta, ou porque ela não sabe ou porque ela preferiu não falar por não se sentir confortável com isso.
Não bastasse isso, Gabrielle fica totalmente sem jeito quando se vê contando essa história. Provavelmente ela se lembrou do envolvimento de Xena com Hercules e preferiu não continuar.
Ela dispensa todos e fica sozinha. Ao se deitar ela se pergunta por onde está Xena.
Antes de se deitar, Gabrielle parece ainda consternada com a história que acabara de contar. Ela dá um leve sopro, como aqueles que nós damos quando estamos aliviados ou irritados com algo. Depois de se perguntar onde Xena está ela suspira. Sempre ouvi dizer que quando nós suspiramos é porque nosso amor está longe.
No dia seguinte, Gabrielle conversa com o rapaz com o qual ela fez maior amizade, aquele da taberna. Ele diz que aprendeu com seu pai que deve contar as histórias olhando para as pessoas e não de olhos fechados como ele prefere.
O pai do rapaz diz para os organizadores do concurso que Gabrielle forjou seu ingresso e ela é mandada embora. Os garotos que se tornaram seus novos amigos vão despedir-se dela. Então ela diz que sempre que ela conhece pessoas com as quais ela tem afinidades, algo acontece e eles se separam. Gabrielle conta como conheceu Iolaus e lamentou por ter que se despedir deles.
Gabrielle comparou Iolaus a seus novos amigos, nada mais. Apenas como alguém que ela gostava, assim como Talus na história sobre Celesta. Em nenhum momento ela diz que se apaixonou por qualquer um deles. São apenas bons amigos. E Perdicas? Hahaha Este não foi mencionado em nenhum momento.
Os garotos pedem para que ela fique até o dia seguinte e participe do concurso. O primeiro garoto a subir ao palco se nega a contar uma história e os outros dizem que farão o mesmo caso Gabrielle não possa participar. O juiz do concurso pede para ouvi-la e ela conta a história sobre o bebê do Rei Gregor e Pandora.
Gabrielle não acrescentou a parte final na história, mas lembrou bem quando Xena vence e elas se entreolham ‘daquela’ maneira.
Gabrielle é recolocada no concurso. O pai exigente daquele garoto repreende sua performance e ele decide desistir. Gabrielle vai atrás dele e o convence a voltar.
O final do concurso inicia e Gabrielle conta como conheceu Xena, as aventuras que viveram e como ela aprende ao lado da guerreira.
Gabrielle decide ir embora e não continuar na academia.
Claro, depois de relembrar tudo o que ela já passou ao lado de Xena e principalmente daquele olhar final em Cradle of Hope, era mesmo de se esperar. Sem contar a história da família que Xena lhe contou. Com certeza isso ficou martelando dentro da cabeça de Gabrielle durante todo o tempo.
Xena está caminhando com Argo.
Repare: expressão de poucos amigos.
Gabrielle se põe ao lado dela.
Xena sorri. Own...


Xena pergunta quem venceu o concurso e Gabrielle diz que foi ela. Xena se surpreende e pergunta por que Gabrielle voltou. Gabrielle responde que prefere viver as aventuras e não apenas contá-las. Xena diz que está feliz por ela ter voltado.
Podemos ver isso em seu rosto, Xena!!
Bandidos as surpreendem e tudo volta à sua normalidade.



por Math Pitbull

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para evitar comentários com conteúdo chulo e ofensivo, todos serão moderados, certo?

Ѳ Comente pelo Facebook!

Ѳ Mais Vistos