Visão Maintexter: Comentando os Episódios de XWP – The Prodigal

clique nas imagens para ampliar

Ao que muitos preferem chamar de subtexto, eu chamo de maintexto.
Para bom entendedor, meia cena basta.


O episódio começa com Gabrielle tocando uma flauta de bambu sob os olhos atentos de Xena.
Super, hiper, mega, ultra atentos, devo ressaltar. Xena está se divertindo com o desprendimento da pequena barda e não tira os olhos dela. Acho que consigo ler o pensamento dela. Algo como “Gabrielle, Gabrielle, o que eu devo fazer com você?”.


O caminho por onde elas estão andando está bloqueado por pedras. Homens maus aparecem com uma carroça cheia de toras pontiagudas. Eles as ameaçam dizendo que soltarão a carroça e assim elas serão esmagadas entre as pedras caso elas não cedam aos desejos deles.
Xena luta contra os homens e Gabrielle acerta aquele que comanda a carroça com uma pedra. Ele cai e esbarra com o braço na alavanca que segura a carroça e esta vem em direção de todos. Os homens saem da frente e Gabrielle cai. Xena vai até ela e a levanta. Ao ver que não tinha saída, Xena se joga no chão e manda Gabrielle fazer o mesmo, mas ela paralisa de medo e Xena a derruba com uma rasteira. A carroça passa sobre as duas, que ficam no meio, entre as rodas, sem se machucarem.
Os homens fogem e elas se levantam. Gabrielle não entende por que ela paralisou e conclui que ela é uma responsabilidade para Xena. A guerreira diz que pode correr o risco, mas Gabrielle diz que ela não pode.
Gabrielle começa a pensar que ela é um estorvo na vida de Xena.
Xena tenta contornar a situação, mas é em vão.  Ao perceber que Gabrielle estava falando sério, Xena muda de expressão.
Gabrielle vai até Argo pegar algumas coisas e Xena fica olhando incrédula. A garota decide voltar para Potedia e conversar com sua irmã Lila. Xena questiona dizendo “Você não pode falar comigo?”. Então Gabrielle diz que às vezes somente a família pode ajudar a resolver. Gabrielle vai embora muito triste e Xena também fica muito triste.
Se fosse somente pelo medo que Gabrielle sentiu e que a fez paralisar ela poderia sim falar com Xena sobre isso, mas tem mais coisa aí.
Gabrielle entrou em conflito com ela mesma, uma série de questionamentos inundou a mente dela. Ela pensou “Estou fazendo a coisa certa? Preciso de um tempo pra pensar”.
Do outro lado, Xena não esperava essa atitude de Gabrielle e ficou visivelmente perturbada, sem saber o que pensar, o que fazer. “Será que me enganei? Ela não gosta de mim? Justo agora que resolvi dar uma chance pra nós?”


Gabrielle segue viagem e após algumas tentativas frustradas ela consegue uma carona ao fingir que está grávida. Depois ela segue caminhando e encontra uma cabana destruída, onde há apenas um homem. Ele diz que o guerreiro Damon e seu exército destruíram tudo e que estava se dirigindo para Potédia. Gabrielle sai correndo para chegar mais rápido.
Ela chega a Potedia e encontra todo o povo na taverna, inclusive sua irmã. Lila diz que Damon toma os suprimentos de Potédia há meses. O povo contratou um guerreiro chamado Meleager para derrotá-lo.
Meleager entra na taverna completamente bêbado e desmaia.
Após colocar Meleager numa cama, Gabrielle diz que Xena jamais agiria desse modo e Lila discute com ela, dizendo “Se Xena é tão perfeita, surpreende que você suporte ficar ao lado de pessoas normais como nós”.
Lila foi irônica e deixou claro que sabia que a partida de Gabrielle não foi apenas para viver aventuras por aí.
No dia seguinte, Meleager está novamente bêbado.
Gabrielle quer conversar com Lila, mas ela se nega.
A razão que fez com que Gabrielle retornasse para Potédia está sendo adiado. Lila está magoada por Gabrielle ter levado meses para ir vê-la. Além disso, Lila parece demonstrar que não aceita que Gabrielle foi embora para viver com Xena.
Gabrielle e Lila tentam reanimar Meleager. Ele acorda e conversa com Gabrielle, dizendo que bebe porque certa vez paralisou.
Gabrielle encontrou alguém na mesma situação que ela, na verdade, ainda pior.
Ela não deixa Meleager beber mais até que ele tenha derrotado o exército de Damon. Ele diz que precisa de armas, mas o dinheiro do povo foi usado para contratá-lo e eles não tem como comprar armas.
Após serem capturados por Damon, Gabrielle e Meleager retornam para Potédia e ela incentiva o povo a fazer armadilhas para os bandidos. Ela usa os conhecimentos de estratégia adquiridos em suas andanças com Xena e Lila aprende muito com ela.
Em uma conversa com Lila, Gabrielle diz que Xena é a sua melhor amiga e que ela não pode substituir sua irmã. Elas fazem as pazes.
Os soldados de Damon atacam Potédia, mas Meleager desapareceu com o dinheiro. O povo se defende com as armadilhas. Meleager reaparece portando lanças. Ele usou o dinheiro para comprá-las.
Meleager derrota Damon e seus homens.
Gabrielle aprendeu muito com Meleager e vice-versa. Ver que ele conseguiu superar seu problema a fez ver que ela também era capaz.
O povo comemora e Lila vai de encontro a Gabrielle levando sua bolsa. Gabrielle diz que quer ficar com sua irmã e então Lila diz “Seus sonhos estão em outro lugar”. Logo depois, Lila completa dizendo que o lugar de Gabrielle é ao lado de Xena, ajudando as pessoas.
Gabrielle diz “Você sempre soube, não soube?”. Lila afirma e diz que ama sua irmã.
Nem é preciso comentar sobre isso, mas vamos lá: sim, Lila sempre soube que Gabrielle desejava conhecer o mundo e se tornar uma guerreira, mas existe algo mais nessa pergunta e ainda mais na resposta. Primeiro Lila cita os sonhos de Gabrielle, completando que eles estão em outro lugar. Ao lado de Xena, óbvio.
Para conhecer o mundo não é preciso se juntar a alguém que você mal conhece. E Lila sabe disso. Lila sabe que Gabrielle é apaixonada por Xena. A resposta dela foi o mesmo que “Sim e eu aceito você como você é”. Ou seja, Lila não se opõe ao sentimento de Gabrielle por Xena.
Elas se abraçam e Gabrielle vai embora.


As dúvidas e questionamentos terminaram, tanto pelo que ela aprendeu com Meleager quanto pelo que ela ouviu de sua irmã.
No caminho, Gabrielle é surpreendida pelos mesmos homens do início do episódio no mesmo lugar. Eles usam a mesma tática, mas Gabrielle luta contra eles e salta por cima da carroça. Eles se reagrupam, mas Xena chega e eles fogem.
Xena dá um salto e para em frente de Gabrielle.
Apenas para se exibir. Isso fica evidente pela expressão dela.
Então, elas começam um pequeno joguete e flertam muito. A paquera rola solta num tom muito sensual. Xena pergunta se Gabrielle encontrou a resposta que ela procurava e a garota afirma. Ambas se insinuam.
Xena sabia que dúvidas eram essas e fica visivelmente feliz ao saber que elas acabaram.
Gabrielle diz achar engraçado elas terem se reencontrado no mesmo lugar e Xena diz que estava indo para Potedia.
Toda essa conversa fazia parte do flerte. Gabrielle esboça um sorriso travesso ao saber que Xena estava indo para Potédia. Isso prova que Xena não se distanciou muito do local da partida de Gabrielle, com a esperança de que ela retornasse.
Xena desistiu de fugir desse sentimento, aliás, ela não consegue. Entregou os pontos, já era. E Gabrielle ficou mais confiante.
Agora a coisa vai fluir... 



por Math Pitbull

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para evitar comentários com conteúdo chulo e ofensivo, todos serão moderados, certo?

Ѳ Comente pelo Facebook!

Ѳ Mais Vistos