Máquina da Verdade - Ares




Ao saber que havia sido o vencedor da enquete para ser a próxima vítima da Máquina da Verdade, ele se demonstrou um tanto nervoso e...

Ares (irritado) - Quem está nervoso aqui?

Er... então, nosso convidado de hoje é Ares, o deus da guerra! 
Você está pronto para responder as perguntas dos internautas xenites?

Ares (um pouco menos irritado) - Sempre estou preparado! 

Bom, ok... Vamos então para a primeira pergunta, enviada por duas pessoas. Uma delas é LucyeRenee Flawless e a outra pessoa não quis se identificar:

Você já se interessou por Gabrielle? Já sentiu alguma coisa por ela?

Ares (com ar de desdém) - Gabrielle? A loira irritante de Potédia? Hahahaha Não me faça rir!


Ares - Mas é claro que não!


Ares - Quero dizer... Meu interesse em Gabrielle foi única e exclusivamente para afetar Xena...


Você está certo disso, Ares?

Ares (pausa) - Certo, ela estava evoluindo muito e eu acredito que se ela se juntasse a mim, nós poderíamos fazer um ótimo trabalho... em todos os sentidos, certamente, mas meu maior interesse era afetar Xena. É isso!


Bom, usando a primeira pergunta como gancho para a segunda, que está dentro deste mesmo contexto, e foi enviada por um anônimo de São Paulo:

Se Gabrielle aceitasse se juntar a você, você trocaria Xena por ela?

Ares (pensativo) - Não posso negar que aquela garota tem qualidades que eu admiro, mas esquecer Xena? Impossível! Ninguém se compara a ela. Gabrielle não tem o fogo e o brilho que eu vejo nos olhos de Xena... Aquela sede que Xena tem em cada batalha é única. (pausa) Mas claro que eu não deixaria de me envolver com ela também, isso é certo! Hahaha


Muito bem, Ares, você começou pecando mas parece estar melhorando. Vamos agora para uma bateria de perguntas enviadas pela Nina, de Belo Horizonte:

Você não se cansa de correr atrás da Xena mesmo sabendo que ela nunca irá ficar com você?

Ares (exaltado) - Essa palavra - nunca - não existe em meu vocabulário, mocinha! Não importa o tempo que eu tenha que esperar, afinal eu tenho todo o tempo do mundo! (gritando) Xena será minha! Minha!


Wow! Peço que se acalme, Ares... Quer um pouco de água?

Ares - Seu imbecil! Deuses não bebem água! 

Certo, certo, é verdade. Continuando:

Você é o deus da Guerra e sua irmã Afrodite é a deusa do Amor. Isso deve gerar grandes conflitos entre irmãos, como vocês lidam com isso?

Ares (mais calmo) - Nós fazemos nossos trabalhos e não nos metemos um no trabalho do outro. Isso torna nossa relação amigável, eu diria. Cada um no seu quadrado. (risos)


A próxima pergunta de Nina servirá como complemento para a pergunta enviada por LucyeRenee Flawless, que é a seguinte:

A pergunta que não quer calar... Você é ou não é pai de Xena?

Ares - Certa vez eu disse para Xena que pai é o homem que guia, que ensina como deve-se viver a vida... E nisso eu fui mais pai dela que qualquer outro homem.


A pergunta não foi respondida ainda, Ares.

Ares (sorrindo falsamente) - Bom, então vou me limitar a responder a pergunta. Como eu disse antes, eu acredito que pai é aquele que cria, então posso dizer que sim, sou pai de Xena. 


A máquina diz que você falou a verdade, porém a pergunta foi ambígua, não especificando a palavra pai. Muito esperta a sua resposta, senhor deus da guerra. 

Ares sorri debochadamente. 

Deixe-me ver aqui... Hum... Ainda tem uma pergunta relacionada a isso antes da próxima pergunta de Nina, enviada por Solange, de Presidente Prudente: 

Existe uma dúvida sobre você ser ou não ser o pai de Xena, mas não é exatamente sobre isso que quero perguntar. A pergunta mesmo é: alguma vez você se fez passar por Atrius para levar Cyrene pra cama?

Ares (impaciente) - Isso lá é coisa que se pergunte! (pausa, coçando a barba) Respondendo a pergunta: Não!


Ares (desafiando a máquina) - Mas o que?... Estou dizendo a verdade, máquina maldita!


Ares (erguendo a mão para a máquina) - Ora, sua...

Ares, contenha-se! Não lance raios na máquina da verdade, por favor! Apenas responda!

Ares (respirando fundo e baixando a mão) - Olha, eu não me lembro, tá? Foram muitas as mulheres de guerreiros com as quais me deitei. Como vou saber se Cyrene está nessa lista? (pausa e logo esboçando um sorriso) E olha, é uma lista de fazer inveja a qualquer mortal. 


Bom, como você tem dúvidas, a máquina apresentou a cor amarela. Agora sim, continuamos com as perguntas de Nina:

O que você faria se descobrisse que Xena é realmente sua filha?

Ares - Isso de novo? Essa gente não tem mais o que fazer, não? 

Responda, Ares.

Ares - O que eu faria? (pausa) O que eu faria... Não sei o que eu faria, mas as chances de isso ser verdade são remotas. Eu diria até que não existem. 


Mas você disse não lembrar se alguma vez levou Cyrene pra cama. Então a dúvida existe.

Ares - Escute aqui, que eu saiba nunca engravidei nenhuma delas, está bem? 

Certo, certo. Vamos para a próxima pergunta:

Alguma vez você pensou na possibilidade de voltar a ser fazendeiro e criar galinhas de novo?

Ares - Claro que não! Foi uma experiência terrível! Eu, O Deus da Guerra, criando galinhas? Faça-me o favor!


Mais perguntas:

Como você se sentiu ao saber que Xena estava grávida? E se Gabrielle fosse realmente o "pai"?

Ares (gargalhando) - Todos sabemos que isso seria impossível! Mas bem, respondendo a pergunta, eu não senti nada. 


Ares - Certo, eu senti inveja a princípio, porque eu queria ser o pai de um filho de Xena. Até então eu pensava que ela havia se envolvido com algum mortal idiota e engravidado. 


Nina tem mais perguntas pra você. Vamos lá:

Se você pudesse trazer de volta algum deus morto, quem você traria?

Ares (pensativo) - Eu traria meu pai, Zeus. 


Querendo enganar a máquina de novo, Ares?

Ares (trincando os dentes) - Droga! (pausa) Eu não traria ninguém. O Olimpo está ótimo do jeito que está. 


Certo. Próxima:

O que levou o deus egoísta que você é a abdicar de seus próprios poderes para trazer de volta à vida a mulher e a filha de Xena, mesmo sabendo que ela não ficaria com você? Se tivesse deixado Gabrielle morrer suas chances não aumentariam?

Ares - Pra começar, não sou egoísta.



Ares - Ah, vá comer feno, máquina estúpida! Eu fiz o que tive que fazer! Era um momento tenso e decisivo! Atena estava prestes a matar Xena e eu não poderia deixar isso acontecer. Salvei Eva porque só através dela Xena poderia matar Atena. E Gabrielle... bem, Gabrielle veio no embalo. 


Sua resposta foi confusa. Está nervoso, Ares?

Ares (encarando o entrevistador) - Eu pareço nervoso pra você? 

Ok. ok. Vamos continuar:

O que você faz para manter o corpo sempre sarado?

Ares (estufando o peito e sorrindo) - Agora sim uma pergunta decente. Eu sou um deus, o deus da guerra, sou assim naturalmente. Não preciso ficar puxando ferro para ganhar músculos como os mortais imundos!


Penúltima pergunta de Nina:

Você diz amar Xena mas estaria disposto a largar o caminho da guerra para ficar com ela?

Ares - Eu digo? (pausa) Suponhamos que eu diga, então respondendo: Não, eu não estaria. Sou um deus, como já disse, preciso fazer meu trabalho. Não me adaptei à vida de mortal, e para largar a guerra eu precisaria ser um deles, mas tenho certeza que Xena adoraria ser deusa e reinar a meu lado.


Agora, pra terminar com as perguntas enviadas pela Nina:

Você teve um filho lindo com Esperança, dizem até que é a sua cara, mas nunca ouvimos você falar dele. Como era a relação entre vocês? Ficou triste quando ele morreu?

Ares ( fitando a folha de papel com a pergunta) - Como é que é? Minha cara? (se exaltando) Eu quero nomes! Diga-me quem foi que disse isso! 

Nós não sabemos, Ares. Responda, por favor.

Ares (bufando) - Certo, eu não cheguei a conhecer aquela aberração, graças a Zeus! Salvei Esperança e ela sumiu. Depois quando eu soube que um havia matado o outro, fiquei triste porque nosso objetivo de comandar a terra com nossos filhos (porque nós iríamos ter mais) se acabou. 


Muito bem, Ares, agora vamos as demais perguntas enviadas por LucyeRenee Flawless:

A final de contas... O que é que a Xena tem que te atrai tanto?

Ares - Como eu disse anteriormente, em outra resposta, Xena tem algo único, que nenhum outro guerreiro jamais teve. E vamos combinar, quem é que não se sente atraído por Xena? 


Próxima:

Como foi a experiência de ser humano?

Ares - Não me faça lembrar disso! Das vezes em que fui mortal só me estrepei. Como vocês conseguem? 


Mais uma:

Em Old Ares Had a Farm, de quem foi a idéia de VOCÊ dormir no meio? Como você se sentiu?

Ares - Foi a pior noite da minha vida... E detesto admitir, mas foi idéia minha. Eu quis separá-las e assim tentar alguma coisa com Xena, mas não deu muito certo... E Gabrielle se mexe mais que uma cobra, ela quase me castrou! 


Agora a última pergunta de LucyeRenee Flawless:

Aconteceu alguma coisa entre você e Greba depois de Xena e Gabrielle irem embora? 

Ares (convencido) - Claro que sim! Passei noites agradáveis com Greba...


Ares (apontando pra máquina com o dedo engatilhado) - Desgraçada! Arrebento você! 

Limite-se a responder, sim?

Ares - Certo. Não. Mas depois que recuperei minha divindade, voltei a vê-la sim. 


Não é o que parece...

Ares (cuspindo enquanto fala) - Por que não colocam essa máquina maluca em teste também? 

Bem, vamos prosseguir. Tenho aqui duas perguntas enviadas por Tsubasa. A primeira é:

Se Gabrielle não existisse, você acha que você poderia ficar com Xena?

Ares - Aquela garota sempre estragou tudo! Xena sempre foi minha, até o dia em que ela apareceu! Maldição! Se não fosse ela ter aparecido, Xena e eu estaríamos juntos agora, com toda certeza!


Agora, a segunda pergunta:

Você teria coragem de matar Xena?

Ares (desdenhando) - Se fosse preciso...


Ares - Certo, certo, eu acho que não. Tive algumas oportunidades pra fazer isso, mas não consegui. Somente quando as Fúrias interferiram que eu saí de mim e quase a matei. (olhar cabisbaixo)


Tenho aqui algumas perguntas enviadas por um anônimo, que inclusive mandou um recado pra você. É o seguinte: Ares, tenho umas perguntas pra você... Agora você não pode mentir!

Ares - Por isso se manteve anônimo, hein? Assim pode me desafiar...

Ares, vamos lá:

Você amou Xena?

Ares - Precisa mesmo perguntar isso? É claro que amei. Querem que eu pendure uma placa no meu pescoço escrito "Amo Xena"? Ora, vamos...



Próxima pergunta:

Qual delas é melhor no sentindo que você sabe que eu estou me referindo: Xena, Callisto ou Esperança?

Ares - Eu sei a que você está se referindo? Sou o deus da guerra, não da adivinhação! 

Não vai responder?

Ares - Vou. Diante do que entendi da pergunta. Bom, Callisto fazia parte de um plano. Esperança também... (pensativo e sorrindo safadamente) Ela é muito boa no que faz, devo admitir. Mas Xena... Xena tem aquela coisa indecifrável, um enigma a ser desvendado. Xena é a melhor, sem dúvidas.


Certo, Ares, continuando:

Já temeu Xena? 

Ares - Eu, com medo de uma mortal?


Ares - Máquina mentirosa!


Ares - Tá bom, tá bom! Temi sim... Quando ela me acertou no Olimpo eu não esperava por aquilo. Pude ver nos olhos dela que ela seria capaz me matar.


Chegamos na penúltima pergunta dessa pessoa:

Aposto que você sempre morreu de medo do Eli, não?

Ares - O que? (gargalhando) Vocês estão de brincadeira, não é possível! 


Ares - Eli era um imbecil! Pensar que o amor é a chave para tudo... Eu posso ter ficado um tanto apreensivo, mas com medo? Definitivamente não!


Última pergunta do anônimo:

O que você fez depois que recuperou seu poder com as maçãs douradas?

Ares - Fui para o Olimpo com Afrodite e descansei um pouco, pois eu estava precisando de umas férias depois de tudo o que passei. Logo depois, me envolvi com Varia e o resto todos já sabem.


Bem, Ares, tenho aqui a última pergunta, que foi enviada pela Guriazinha, do Rio Grande do Sul e também por um anônimo de Goiás. A pergunta foi feita de modo diferente por cada um, mas nós juntamos as duas, certo? É a seguinte:

Ares, uma vez te vi afagando a face de um homem e outras vezes em poses meio estranhas... Você é gay?


Ares (extremamente irritado e levantando da cadeira) - Como ousam falar isso de mim? Eu, Ares, o deus da guerra! 


Ares - Juro que vou criar um exército só pra caçar esses malditos mortais!


Acalme-se, Ares! Apenas responda.

Ares - Não estão vendo? Estão fazendo chacota de mim! Mas é óbvio que não sou gay! Pelo amor de Zeus! Arrrrrrrrrrrrgh! 



Ares (erguendo o braço) - Que tartarus é isso? Sua máquina medíocre! Toma, sua filha de Medusa! (lançando raios na máquina que apita incansavelmente)


Ares - Agora você concorda comigo, hein? Infeliz! (lançando um último raio que destrói a máquina)

Ares, você acabou com a máquina!

Ares (sentando-se e tirando o pó dos ombros) - Ela me desafiou! Vocês todos me desafiaram! Eu não iria deixar isso por menos! 

Tudo bem, tudo bem, arrumaremos outra. Gostaria de agradecê-lo por ter aceitado nosso convite...

Ares - É bom mesmo que me agradeça! Saí do conforto do Olimpo, deixei coisas pendentes, apenas pra vir aqui. 

Então, pessoal, esta foi a nossa Máquina da Verdade, com Ares, deus da guerra. 

Votem na enquete no topo do blog para escolher a próxima vítima. Espero que consigamos arrumar uma nova máquina. Hehe 





Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para evitar comentários com conteúdo chulo e ofensivo, todos serão moderados, certo?

Ѳ Comente pelo Facebook!

Ѳ Mais Vistos