Máquina da Verdade - Xena e Gabrielle (Edição Especial 1)




Recebemos um bom número de perguntas destinadas às nossas adoradas Xena e Gabrielle e, mais uma vez, elas estão aqui para esclarecer as dúvidas de nossos assíduos leitores! 
Gostaria de lembrar à todos que perguntas para Xena e Gabrielle podem ser enviadas sempre. Toda vez que tivermos recebido por volta de dez perguntas, faremos uma edição especial com elas na Máquina Verdade, certo? 
Por sorte, elas encontraram um tempo para dedicar à nós, não é mesmo, meninas? 

Gabrielle - Claro, não podemos deixar os fãs esperando, certo Xena?

Xena (cochichando para Gabrielle) - Sim, mas nós estávamos em plena segunda lua de mel e esse cara fez a gente vir pra cá! 

Gabrielle (sorrindo envergonhada e beliscando a coxa de Xena) - Xeeena!! 

Xena - Ouch!! Isso dói, Gabrielle! 

Gabrielle (acariciando o local que beliscara e cochichando no ouvido de Xena) - Depois a gente continua, tá? 

Xena (erguendo uma sombrancelha e sorrindo de lado) - Assim está bem melhor... (virando-se para o entrevistador) Começa isso logo! 

Sim, sim, claro, claro! Bem, vamos começar com as perguntas enviadas para Gabrielle. Hum... aqui está... Certo. Márcia, do Rio Grande do Sul, quer saber:

- Então, minha primeira pergunta é pra Gabrielle...gostaria de saber o que foi que ela pensou quando a Miss Artiphys beijou Xena do nada. Porque não dá pra negar, ela fez uma expressão muito suspeita, além da surpresa natural do momento.

Gabrielle (apertando os lábios) - Bom... (pausa) Eu não sabia que Xena e Miss Artiphys estavam tão íntimas a este ponto. E eu pensava que ela realmente fosse uma mulher... quer dizer... ela é uma mulher, mas... sabe, não exatamente... Enfim... Eu fui pega de surpresa, totalmente. Acho que ninguém esperava por aquilo... 

Xena - Eu era a pessoa que menos esperava por aquilo, acredite... 

Gabrielle - Mas até então, eu não sabia... Eu fiquei sem ação, só pensei: "Não acredito que ela está fazendo isso" e "Ela está fazendo isso?". Tentei agir naturalmente, pois aquele beijo poderia fazer parte de algum plano de última hora de Xena, sei lá. Xena tem a péssima mania de mudar os planos sem me informar... 



Xena (olhando de lado) - Você sabe que nem sempre dá tempo de avisar... 

Gabrielle - Eu sei, Xena... Quer saber? Não me agradou ver aquilo! Não mesmo. Mas depois quando eu soube que foi uma espécie de brincadeira da Miss Artiphys, entendi.


Muito bem, Gabrielle! Agora as perguntas que se seguem pra você foram enviadas pela Carol, do Rio Grande do Norte. Vamos à primeira: 

- Gabrielle, qual foi o melhor momento que você já passou com Xena?

Gabrielle (pensativa) - Nossa, foram tantos... É difícil escolher um só...


Gabrielle - Certo. Vou citar um momento que todos tiveram conhecimento então. Aquele poema de Sapho que Xena me deu como presente de aniversário... Foi perfeito! 


Ok. Próxima pergunta: 

- Por que você não desobedeceu Xena e jogou as cinzas dela naquela fonte?

Gabrielle - Verdade, era o que eu queria fazer e era o que deveria ser feito, mas... Xena escolheu e eu não me senti no direito de interferir na escolha dela. Nós sempre lutamos para ajudar quem precisasse e seria egoísmo meu não permitir que ela ajudasse aquelas almas. Talvez eu não me perdoaria se agisse dessa forma, talvez eu me arrependesse depois... Xena se sacrificou por eles e eu me sacrifiquei por ela, pela decisão dela... É... acho que é isso. 


Tudo bem, Gabrielle? 

Gabrielle - Fico nervosa ao tocar nesse assunto, não gosto de me lembrar desse momento, mas falei a verdade. 

Pois é, depois que Afrodite consertou a máquina, parece que ela ficou um tanto confusa... Mas vamos continuar: 

- Qual o momento em que Xena mais magoou você?

Gabrielle (olhando para Xena) - Essa é outra questão complicada de responder... foram algumas vezes... Mas eu acredito que depois da morte de Solan, quando estávamos em Illusia e ela me matou... Tudo bem, era uma ilusão, mas é fato que ela me matou e aquilo me magoou profundamente...


Gabrielle (pigarreando) - Desde o momento que ela foi até a tribo amazona e me arrastou, Xena me magoou... Mas são águas passadas... 


Agora tenho aqui uma pergunta mais leve:

- O que você considera a melhor qualidade de Xena? 

Gabrielle - Se não me falha a memória, acho que respondi isso da outra vez, mas tudo bem, responderei novamente. Acho que a melhor qualidade de Xena é saber como resolver os problemas. É incrível, ela sempre sabe o que fazer... Eu reclamo, mas no fim, acabo vendo que era a coisa certa a ser feita. 


Mais uma pergunta:

- Gabrielle, em relação as puladas de cerca de Xena, por que você nunca a enfrentou abertamente? 

Gabrielle (com ar de superioridade) - Mas quem disse que eu não enfrentei?


Gabrielle - Quer dizer... Eu procurava saber o motivo de ela fazer aquelas coisas... e devo admitir que muitas vezes eu concordava com os planos dela onde ela precisaria se envolver com alguém... Mas nunca, nunca deixei ela chegar ao extremo com ninguém!

Xena (sussurrando) - Gabrielle sempre se intrometia nos meus planos e quase estragava tudo... 

Gabrielle (com um olhar desafiador) - O que foi que você disse? 

Xena (com expressão inocente) - Eu disse que você sempre me salvava... 

Gabrielle (fingindo entender) - Ah, bom... 

Prosseguindo! A última pergunta pra você, Gabrielle:

- Gabrielle, houve alguma vez em que você quis desistir de Xena? Se sim, por que? E em que momento você soube que deveria voltar? 

Gabrielle - No início, eu pensava que eu era um fardo pra ela, sabe? Eu quis desistir em Tróia... Também quando me amedrontei diante daquela carroça... Depois ao conhecer o pai dela... Não era o pai dela, mas até então todos pensávamos que fosse. Quando Perdicas reapareceu me pedindo em casamento isso também passou pela minha cabeça, mas... Acabei aceitando me casar por uma série de questões... e deu no que deu. Eu sempre fui muito compreensiva, mas tinha horas que Xena me tirava do sério, aí a gente discutia e eu acabava às vezes dizendo que ia embora, mas definitivamente eu não consigo ficar longe dela por muito tempo... 


É isso, Gabrielle! Você se saiu muito bem em suas respostas. Vamos ver agora se Xena terá o mesmo desempenho. 

Xena - Isso foi uma ameaça? 

Errr... Não, claro que não. Podemos começar?

Xena - Sim. Precisamos voltar para o nosso acampamento.

Eu sei, eu sei... Hehehe 

Xena (erguendo a sombrancelha) - Pode tirar esse risinho sacana do rosto! 

Desculpe, Xena. Vamos começar então. A primeira pergunta pra você é da Márcia, do Rio Grande do Sul. 

- Eu tenho uma pergunta pra Xena, mas provavelmente ela vai mentir na resposta... Queria saber por que ela se ''engraçou'' tantas vezes com Ares (e provavelmente com outros, dos quais não me recordo no momento), se supostamente já estaria com a Gabrielle ... Por que, ao meu entender, elas firmaram uma relação mais séria, sem subtextos, a partir daquele beijo, quando Xena ainda estava no corpo de Autolycus. Ou não? Pra mim ficou clara a intenção das duas naquele momento, inclusive o ''ciúme'' demonstrado por Xena, ao bater em Autolycus por estar com a mão no traseiro da Gabrielle. 

Xena - Primeiro: eu não vou mentir na resposta. Segundo: Ares exercia um certo poder sobre mim, provavelmente por ele ser um deus. Quanto aos outros... bem... os outros geralmente faziam parte de algum plano... 



Espere, Xena... Mas tiveram casos em que os envolvidos não faziam parte de plano algum, como Marcus, Ulysses... 

Xena (rosnando) - Eu amei Marcus! E Ulysses... Foi um erro, um deslize... Mas voltei a si a tempo, como todos sabem... 


Certo, Xena. Prossiga em sua resposta:

Xena - Eu fiquei com ciúme do Autolycus sim. Eu já tinha saído do corpo dele e ele deixou a mão lá, aquele cara de pau! E sim, a partir daquele beijo ficou clara nossa intenção... não que a gente já não soubesse, mas para os telespectadores era preciso dar essa certeza, entende? 


Mais uma pergunta aqui, enviada por Haline, do Rio de Janeiro:

- Xena, se você pudesse escolher entre sua filha Eva e Gabrielle num combate, sabendo que só poderia salvar a vida de uma só, quem você escolheria?

Xena (balbuciando) - Oh, perguntinha sem vergonha! (pausa) Uma é minha filha, a outra o amor da minha vida... O que posso dizer? (pausa) 


Xena - Eu faria de tudo para salvar as duas... Estudaria a situação rapidamente e faria o melhor possível para deixar ambas a salvo. 

Mas se você só conseguisse salvar uma? 

Xena - Creio que eu precisaria viver a situação pra saber. 


Gostaria de lembrá-la que você já viveu uma situação similar, quando lançou o chakram em Gabrielle ao ver que ela atacou sua filha... Ou seja, você preferiu Eva... 

Xena (torcendo os lábios) - Aquilo foi diferente! Agi por impulso e me arrependi muito, tá legal? Depois fiz de tudo para salvar as duas! 


Procure se acalmar, senão a máquina não reconhece direito a resposta... 

Xena (bufando) - Você é um lunático! Fica se metendo no meio das respostas dos outros! 

Gabrielle - Xena... 

Xena - O que, Gabrielle? Estou dizendo alguma mentira? Ele está parecendo aquele cara que faz um programa aos domingos, que não deixa ninguém falar! 

Perdão, Xena. Não vou mais me meter em suas respostas, certo? 

Xena (apontando o dedo) - Acho muito bom mesmo que não! 

Podemos prosseguir? 

Xena (respirando fundo) - Anda logo! 

Ufa! Muito bem, vamos agora para as perguntas da Carol, do Rio Grande do Norte... 

- Xena, você é uma guerreira extremamente habilidosa, uma mulher experiente e destemida, que viveu muitas aventuras e passou por muitas coisas na vida. Mas por que você foi covarde em admitir que amava Gabrielle?

Xena (mais calma) - Eu nunca fui muito boa nesses assuntos do coração... Então apareceu Gabrielle... Uma menina doce, meiga, inocente, porém muito sábia... Eu não queria me envolver mais do que já estava envolvida com ela... eu não queria magoá-la, eu não tinha segurança dos meus atos... Tinha medo de tudo não passar de um engano... Foi isso. 


Próxima pergunta:

- Por que você sempre faz ar de tédio quando Gabrielle pede para que leia os pergaminhos dela (que por acaso são sobre você)? 

Xena - Eu não faço cara de tédio! 


Gabrielle - Humpf!

Xena - Na verdade, eu nunca gostei de ver minha vida exposta nos pergaminhos, mas Gabrielle nunca me deu ouvidos quanto a isso. Mas eu mesma os li para Eva e acabei gostando de saber como Gabrielle me enxergava, sabe? Pude conhecê-la ainda mais assim... 


Mais uma pergunta sobre Gabrielle: 

Xena - Novidade... 

- Você trata Gabrielle, às vezes, de modo frio. Por que? 

Xena - Eu não a trato friamente... 


Xena (virando os olhos e encontrando o olhar de Gabrielle em sua direção) - Certo, certo... às vezes a trato mal, confesso, mas é meu jeito... Na intenção de protegê-la, acabo sendo grossa com ela. 


Outra pergunta sobre Gabrielle:

Xena - Fazer o que.... 

- Qual o motivo de você dificultar tanto para a Gabrielle, às vezes? 

Xena - Dificultar em qual sentido? 

Não sabemos, a pergunta é assim mesmo.

Xena (olhando para Gabrielle) - Eu dificulto alguma coisa pra você? 

Gabrielle - Você quer que eu te agrade ou diga a verdade? 

Xena - Ah, esquece! Digamos que... (pausa) Como eu disse antes... meu excesso de cuidados com ela pode soar às vezes como algo ruim, mas eu só quero protegê-la, entende? 


Gabrielle - Eu sei me cuidar! 

Xena (debochando) - Nossa, sabe sim... e como! Acordou um bando de titãs que quase mataram a todos, quase morreu ao tentar matar Callisto, torceu o tornozelo ao tentar dar um salto, me enfrentou por cauda de Najara... 

Gabrielle (com o rosto vermelho de raiva) - Ah, sim, você é a senhora perfeição! Nunca fez nada de errado, não é? 

Garotas...

Xena (erguendo a voz) - Não me venha apontar meus defeitos, Gabrielle! Você sabe que tudo o que faço é pensando em seu bem estar... 

Gabrielle - Meu bem estar? Poucas vezes na vida você me deu ouvidos! 

Xena? ... Gabrielle? 

Xena - Claro que não! Você e essa sua mania de querer acreditar em todo mundo e... 

CALEM A BOCA!!!!!! 

(sobre o olhar de espanto de Xena e Gabrielle) ISSO AQUI NÃO É UMA LAVANDERIA PRA VOCÊS FICAREM LAVANDO A ROUPA SUJA, ENTENDERAM? 

(pausa) 

(todos se olham espantados) 

(pausa) 

Bem... (respirando fundo) Podemos continuar? 

Gabrielle (fazendo bico) - Uhum... 

Xena (se ajeitando na cadeira) - É... podemos... 

Ótimo! Estamos na penúltima pergunta pra você, Xena. Vamos lá:

- Qual foi o melhor momento que você passou com Gabrielle?

Xena (sem clima pra responder, coçando a nuca) - (pausa - refletindo rapidamente e esboçando um sorriso) - Acho que é exatamente isso... Nossos momentos de discussão... Que sempre terminam em... Você sabe... 


Xena - Deixe-me continuar... Nosso reencontro depois que Gabrielle reapareceu em Potédia... Esse foi um belo momento... Inesquecível pra mim! 


Última pergunta...

- Por que você nunca assumiu a Gab para todos abertamente? 

Xena (surpresa) - Não assumi? Meu sentimento por Gabrielle sempre foi muito claro, eu não preciso ficar gritando isso aos quatro cantos do mundo. Creio que minhas atitudes falam mais do que minhas palavras... A quem interessava realmente saber, que é Gabrielle, foi dito. E muitas vezes falei isso abertamente, como quando estávamos naquela cabana esperando o ataque do exército persa, também quando estávamos naquela guerra no céu, e muitas outras vezes... 



Obrigado, Xena! Obrigado Gabrielle! 
Agora, com os ânimos sob controle, me despeço e agradeço pela paciência dos leitores e pela sua também, meninas! 

Gabrielle (dirigindo-se para Xena) - Depois quero continuar aquela conversa, viu?

Xena (cochichando) - Sem problemas, contanto que terminemos também o que estávamos fazendo antes de vir pra cá. 

Gabrielle (dando um tapinha no ombro de Xena) - Xena, você sempre tem um jeitinho pra se safar, né? 

Xena (sorrindo) - Eu tenho muitas habilidades... 

(pigarreando) Bem, não quero estragar esse momento reconciliação, mas precisamos ir embora... 

Xena (levantando-se da cadeira) - Ótimo! Gabrielle, pegue nossas coisas! Vou preparar os cavalos... 


E essa foi a primeira Edição Especial da Máquina da Verdade com Xena e Gabrielle! Continue enviando perguntas para elas... Até a próxima!! 



Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para evitar comentários com conteúdo chulo e ofensivo, todos serão moderados, certo?

Ѳ Comente pelo Facebook!

Ѳ Mais Vistos