Máquina da Verdade - Jace




Bastou uma única aparição para que se tornasse inesquecível. Seu modo diferente de dançar, se expressar e falar atraiu as atenções de todos que estavam em Melodia, a cidade mais musical de toda a Grécia, onde ocorrera um concurso no episódio Lyre, Lyre Hearts On Fire. 
Seu jeito pacífico e feliz de ser conquistou a admiração de muitos e o desprezo de outros, como o de seu próprio irmão gêmeo, Joxer. Entretanto, nada que um bom diálogo não pudesse resolver. 
Hoje, na Máquina da Verdade, Jace!


Jace (juntando as palmas das mãos) - Hola, cariño! 

- Como vai, Jace? Seja bem vindo! 

Jace (gesticulando) - Estou muy bien! Tenho viajado muito e feito muitos shows por onde passo! Gracias

- Er... seria possível você não falar em portunhol, por favor? 

Jace (torcendo os lábios em sinal de reprovação) - Ok, voy tentar...

¬¬
- Bem, é realmente uma pena, mas recebemos apenas uma pergunta pra você. Ou seja, as demais perguntas serão feitas por mim mesmo...

Jace (entristecido) - Oh... Penso que essas pessoas sejam como meu irmão... Não querem falar comigo por eu ser... você sabe.

- Não, não, Jace, não pense assim! Isso acontece bastante. Volta e meia nossos entrevistados não recebem perguntas. Acredite, todos gostam muito de você!

Jace (balançando os ombros) - Cha cha chá! Arriba, muchachos!

- O que você está fazendo? Õ.o

Jace (sorrindo) - Ah, estou treinando um novo passo para meus próximos shows

- Você ouviu o que eu disse antes?

Jace - Claro, chico! É assim que demonstro mi alegria: bailandooooo!!

- Entendi. Bom, melhor irmos para as perguntas. Vamos começar com a questão enviada por Lara Séphora, de Campina Grande, Paraíba:
- Em certo momento do 5.10, Joxer, num surto, começou a falar que você não era espanhol. E disse que duvidava que, alguma vez na vida, você já tivesse comido paella e você não concordou nem discordou. 
Você já comeu paella? Se sim, gostou?

Jace (cruzando as pernas e apoiando as mãos no joelho) - Meu irmãozinho estava muito nervoso e quase não me deixou falar e, embora eu não seja mesmo espanhol, isso não me impede de comer paella, não é mesmo?


Jace - O que? 

- Você não respondeu a pergunta, Jace. Não exatamente.

Jace - No? Certo! Já comi. Aliás, qualquer pessoa pode comer paella, e nem é preciso ir até a Espanha pra comer arroz misturado com qualquer coisa, aff. 


- Falando na Espanha, e o fato de você não ser espanhol, nos diga: por que você gosta tanto de usar palavras desse idioma no seu dia a dia?

Jace (flertando) - É o meu charme, né? Porque, no show business, se você não tem um diferencial ninguém nota você. 


- Faz sentido. Bom, continuando: quando você chegou na cidade de Melodia e fez aquela primeira apresentação, Draco e seus homens não gostaram muito e ele ofendeu você. Como você vê essas atitudes?

Jace (levemente bufando) - Aff... Puro machismo, mi niño! E não foi só o Draco. Joxer, meu próprio irmão, também foi ignorante comigo, como todos puderam ver. É difícil entender a razão dessas atitudes, mas eu não vou deixar de fazer o que gosto e ser como quero e me sinto por causa de pessoas assim. Não mesmo! Que cada um cuide de su vida!


- Você sentiu medo? Achou que Draco fosse bater em você?

Jace (alargando os olhos e levando uma das mãos ao peito) - Mas é claro que fiquei com medo! Eu não passo horas levantando peso pra poder provar minha virilidade por aí. Eu demonstro minhas capacidades com minha arte, dançando e cantando, fazendo as pessoas felizes! Mas eu não teria como vencê-lo com a dança numa hora dessas... Senti medo de ser partido em dois. Ainda bem que Xena e Gabrielle estavam lá. Aliás, que duas chicas más guapas, no?


- Verdade, muito. Falando em... chicas... elas não se importaram de você usar o mesmo vestiário que elas?

Jace - Elas não teriam razão para isso. Sou um homem sensível que não vê a mulher como um simples objeto de prazer. Sou amigo das mulheres e não uma ameaça, lhes passo segurança. 


- Bela resposta. Parece que você não tem muito o costume de mentir. Aqui só dá verde, verde, verde. (risos) 

Jace (divertidamente) - É você quem não está me dando motivos para mentir aqui... (mais risos)

- Tem razão, mas as perguntas realmente difíceis, que deixam nossos convidados desconcertados, são as que vêm por parte dos xenites, através dos e-mails que recebemos...

Jace - E se eles não têm interesse em saber, não será você quem vai perguntar, certo? (pisca o olho em sinal de cumplicidade)

- Certo. (retribui a piscadela)
E é por isso que daremos por encerrada a Máquina da Verdade de hoje. Creio que, por menor que tenha sido esta entrevista, você deu o seu recado, Jace. Nos mostrou à que veio! 

Jace - Oh, que rico!

- Muito obrigado pela sua presença! Pra terminar, vamos rever seu momento memorável, onde pudemos acompanhar pela primeira vez sua excelente performance...  








Esta semana vai ser diferente:
Vote na enquete acima (até quinta-feira) para escolher um dos 5 episódios citados. 
Do episódio mais votado, serão escolhidos os personagens (menos Xena e Gabrielle) que participaram do mesmo. E então (na quinta-feira) será formada uma nova enquete com estes personagens, cuja votação irá até sábado. 
No sábado, o personagem mais votado será o próximo convidado da 
Máquina da Verdade, cuja entrevista só irá ao ar mediante o recebimento de perguntas. 
Sua participação é indispensável!
Obrigado.





por Matheus Pitbull




Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para evitar comentários com conteúdo chulo e ofensivo, todos serão moderados, certo?

Ѳ Comente pelo Facebook!

Ѳ Mais Vistos