Visão Maintexter: Comentando os Episódios de XWP – The Titans


Ao que muitos preferem chamar de subtexto, eu chamo de maintexto.
Para bom entendedor, meia cena basta.

Xena está seguindo um grupo de bandidos liderados por Hesiod e deixa Argo aos cuidados de Gabrielle. Esta leva a égua para beber água e desamarra a correia dela. Xena surpreende os bandidos e luta com eles. Hesiod consegue fugir ao roubar o cavalo de um homem e Xena assovia chamando Argo, que demora a voltar, guiado por Gabrielle, que por sua vez, levou uma bronca de Xena.
A Princesa Guerreira monta em Argo e se vai atrás de Hesiod, deixando Gabrielle sozinha.
Como a Xena teve a coragem de dar aquela bronca na Gabrielle? Mais tarde ela se arrependerá por isso.
Gabrielle encontra uma caverna onde algumas pessoas acompanham uma jovem moça que está lendo um cântico. Nada acontece e um dos homens desiste de tentar, porém o rapaz mais jovem insiste, dizendo que o povo deles depende daquilo. Gabrielle se mete na conversa e diz que a moça não está lendo corretamente. Então ela lê e faz despertar três titãs adormecidos nas rochas. Todos se prostram diante dos gigantes enquanto ela olha assustada. Um dos titãs pergunta quem os libertou, a que o rapaz responde que foi a virgem, ou seja, Gabrielle. Então o grande homem acredita que ela seja uma deusa e oferece-se para fazer o que ela ordenar. Gabrielle reflete rapidamente e percebe o proveito que pode tirar dessa situação.
Hesiod chega a uma taverna e encontra um amigo, cujo grupo está a caminho. Xena chega e rende o homem. Hesiod toma o taverneiro como refém, mas Xena consegue capturá-lo, dizendo que levará Hesiod para a prisão. Os outros homens chegam cercando a taverna. Hesiod diz para Xena que não vale a pena lutar sozinha contra todos eles. Gabrielle chega neste momento dizendo que Xena não está sozinha.
Eu já a ouvi dizer isso...
Gabrielle sempre faz questão de lembrar isso.
Um homem pergunta se Gabrielle pretende bater neles, a que ela responde que ela não, porém...
Um dos titãs ergue o telhado da taverna, deixando os bandidos apavorados, fazendo-os fugir e encontrando os outros dois titãs do lado de fora. Gabrielle ordena que os titãs se livrem deles. Depois, ela apresenta Xena e o titã diz que honra os amigos da deusa virgem. Ela pede para não ser chamada de virgem e o titã a chama de consagrada. Philius, o rapaz da caverna diz para que as pessoas não temam os titãs. Gabrielle dá ordens a eles, mas o titã mor não gosta muito da idéia.
O povo do vilarejo agradece a Gabrielle pelo que ela está fazendo. Xena percebe a encrenca armada e quer falar com Gabrielle a respeito, mas a garota está tão feliz e convencida que deixa a guerreira para ir comemorar com as pessoas.
Tem duas coisas que a Gabrielle adora: a Xena, claro, e o reconhecimento por seus feitos. Como Xena havia dado uma patada nela mais cedo, Gabrielle nem pensou duas vezes e se foi com o povo.
Hiperion, o titã mor, está enfurecido por ter que obedecer e não acredita que Gabrielle seja uma deusa. Ele se dirige a Theia, a mulher titã, e Crias, o outro titã, que é apaixonado por ela, diz que eles devem acatar as ordens da deusa, uma vez que fora ela quem os libertou. Theia concorda, mas Hiperion não está disposto a ajudar os humanos.
Gabrielle está na taverna com o povo e se vangloria por ter libertado os titãs, dizendo que pretende usá-los para ajudar as pessoas pelo mundo.
Ela parece um político falando hahaha E o pior é que Philius fica rodeando ela todo o tempo. Aff
Hesiod ri e diz que um dos titãs não demonstra ser alguém de paz e Xena completa dizendo que um mau caráter reconhece a outro. Xena diz ainda que se os titãs estavam presos era por alguma razão e que não foi correto libertá-los. Phileus se mete na conversa e diz que Gabrielle pode fazer o que ela quiser.
Hahahaha Xena olha pra ele com o maior desdém possível! O garoto está se derretendo todo pela Gabrielle.
Então ela questiona o fato de Gabrielle não ser uma deusa e o que irá acontecer quando os titãs descobrirem isso. Philius se mete novamente e diz que Gabrielle tem a aura de uma deusa, o que deixa a garota mais convencida do que nunca.
Antes que Xena possa continuar argumentando, os titãs retornam. Gabrielle manda-os descansar e Crias diz que eles estão com fome. Gabrielle diz para eles comerem com os camponeses, mas Hiperion retruca e exige que Gabrielle use os poderes de deusa e faça surgir um banquete. Ela se nega e Hiperion a derruba com um sopro, revelando assim a verdade. Xena chega ao socorro de Gabrielle e Hiperion tenta esmagá-las com o pé, mas Xena lhe finca a espada na sola. Enfurecido, ele começa a destruir a vila, causando pânico entre as pessoas, que fogem desesperadas para o templo dedicado a Cronos, o que faz com que Hiperion desista de atacá-los, pois para os titãs, trata-se de solo sagrado, uma vez que Cronos é seu irmão.
Hiperion diz que quer Xena, pois pretende matá-la e capturar Gabrielle para que ela leia um outro cântico que despertará mais titãs. Ele promete que fará reis das pessoas que entregarem Xena. E antes que isso aconteça, ele matará cada humano que encontrar. Algumas pessoas ficam contra Xena.
Philius diz para Gabrielle que se sente culpado e ela diz que ele não deve se culpar. Ele elogia Gabrielle.
O ego da Gabrielle vai parar nas alturas. Ela fica toda encantada com as palavras doces do rapaz. Claro, a Xena só faz dar-lhe broncas. Não tiro a razão dela. Quem manda a Xena ser lenta?
Hesiod ri dos dois e Gabrielle diz para Xena bater nele se ela quiser.
Huahuahuahua É incrível como Xena não dá a menor importância para isso. Ela ficou foi muito feliz por Hesiod estragar a conversa melosa entre Gabrielle e Philius.
Hesiod sugere a Xena para se unir a ele e juntos seguirem os titãs.
Uma mulher desesperada surge gritando que algumas crianças saíram a passeio e ainda não retornaram. Xena sai para procurá-las, mas antes adverte a Rhodos, que parece ser o líder do povo, para que ele cuide de Hesiod.
As crianças estão no caminho de volta ao vilarejo, acompanhadas por um padre (Espere! Existia padre nessa época? Ok, ok, continuando) e Hiperion os surpreende, causando pânico. O homem foge e as crianças são conduzidas para dentro da caverna dos titãs. Hiperion pretende matar as crianças, mas Crias e Theia não são de acordo. Hiperion e Crias iniciam uma luta entre si.
No templo de Cronos, Hesiod tenta convencer o homem que está tomando conta dele para que eles se unam aos titãs. Enquanto isso, Xena ouve os gritos das crianças e vai até a caverna. Enquanto os titãs brigam, ela liberta as crianças. Hiperion mata Crias.
Xena e as crianças chegam ao templo e Hesiod, o homem ao qual ele corrompeu e outros capturam Xena. Gabrielle tenta ajudar, mas é impedida.
Por mais entretida que Gabrielle possa estar com Philius, ver Xena em apuros tira ela do transe tão rápido como um raio.
Hesiod e Rhodos colocam Xena dentro de uma caixa de madeira e seguem rumo ao encontro com os titãs, para assim entregá-la e serem recompensados. O bandido encontra os titãs e diz ter capturado Xena. Ao abrir a caixa de madeira, ela está vazia e Hiperion esmaga os dois homens.
Xena vai até a caverna e ouve a conversa de Theia e Hiperion. Ela está inconsolável por ele ter matado Crias. Então ele diz que Crias era apenas um único titã e que, em breve, todos os titãs serão despertados.
Xena retorna para o templo e encontra Gabrielle e Philius amarrados um ao outro. Ela explica que os titãs não terão piedade de ninguém e os liberta.
Enquanto a Xena fala, ela fica olhando para os dois amarrados. Parece que consigo ler os pensamentos dela. Algo como “Precisavam amarrá-los tão próximos?” Huahuahuahua
Xena conta o plano dos titãs e o povo resolve ajudá-la. Xena tem uma idéia e todos se põem a trabalhar. Como faltam materiais, Xena manda todos descansarem. Gabrielle diz que Philius teve uma grande idéia e ele diz que foi graças a ela. Eles ficam trocando elogios e Xena logo corta.
Hahahaha Xena não suporta essa melação dos dois!
Philius diz que existe um outro cântico, o qual faz os titãs se transformarem em pedras novamente, que está no altar dentro da caverna. Gabrielle diz que fará tal coisa, mas Xena não aceita. Então Gabrielle diz para Philius quando Xena sai: “Ela não tem respeito por mim.”
Xena magoou Gabrielle e como Philius é todo doce e gentil com ela, a garota resolve ficar mais com ele do que com Xena. Toma Princesa Guerreira malvada!
Mas sendo franco, Xena está preocupada com Gabrielle e não quer que ela se arrisque, claro!
Philius sugere que eles procurem um lugar para descansarem.
Passa-se um tempo e Xena começa a acordar as pessoas. Ao abrir uma cortina que dá para um quarto, ela surpreende Gabrielle e Philius deitados juntos numa cama. Gabrielle está de costas pra ele, que a abraça. Ambos se envergonham e levantam rapidamente. O rapaz sai.
Galera, que olhar foi aquele da Xena? Hehehehe
Agora ela não conseguiu esconder. O ciúme que ela sente, o olhar que ela lança sobre os dois, totalmente consternada com a cena. Hahaha
Xena tanto se fez de “eu sou uma rocha” e tanto menosprezou Gabrielle, que agora ela se deu conta da merda que fez.
Vamos ao diálogo primoroso que se segue após o flagra:
Gabrielle diz “Qual é o problema?”
Xena fica olhando pra ela e diz “Nada. É que...”
É que o que, Xena? Fala, mulher!
Gabrielle diz “Pensou que eu tivesse feito alguma coisa sem pensar?
Xena pensa um pouco (esses momentos rápidos de reflexão de Xena são altamente reveladores) e ela diz “Bem, se fizesse, não seria de minha conta.”
Gabrielle diz “Isso mesmo, não é!”
Xena estava se virando na hora que Gabrielle disse isso e foi como se ela tivesse levado uma facada nas costas. Ela pára de repente e toma fôlego pra responder.
Xena diz “Escute, se é por causa do que eu disse antes, eu estava cansada.”
Pois a Princesa Guerreira, a toda poderosa, não dá o braço a torcer e joga a história das patadas dela em Gabrielle na conversa. Kkkkkkkkk
Gabrielle diz “Você acha que eu sou criança.”
Nossa, Gabrielle está muito irada! Ela tinha que falar isso. Dizer que Xena a vê como uma criança (em todos os sentidos).
Mas Xena nega (criou coragem, é agora!) e diz “Não, eu não acho. Apenas não tenho tempo agora para convencer você disso. Eu tenho muito a fazer”
E como Xena pretende convencer Gabrielle, hein? Foi quase dessa vez.
Gabrielle, muito irritada que está, sai do templo sem ninguém ver e vai até a caverna dos titãs. Eles fingem dormir e Gabrielle é capturada por Theia. Hiperion entrega o cântico que desperta os titãs e manda que Gabrielle o leia, mas ela enrola.
Philius avisa Xena que Gabrielle sumiu e eles seguem rumo à caverna. Enquanto isso, Gabrielle conta histórias aos titãs para tentar entretê-los. Hiperion se irrita e força Gabrielle a ler o cântico, mas ela o lê errado de propósito. O titã diz que o cântico se lido por uma virgem funciona, mas Gabrielle diz não ser mais virgem. Hiperion quer matá-la, mas Theia o impede. Xena chega nesse momento e lança uma pedra no titã para atrair-lhe a atenção. Ela entra por uma abertura da caverna e ele mete a mão, tendo o pulso preso por uma armadilha que os camponeses ajudaram Xena a fazer.
Xena pretende matar Hiperion, mas Theia implora para que ela não faça isso. Theia lhe entrega o cântico que faz os titãs virarem pedras. Xena lê e Gabrielle repete, mas Hiperion se livra e rasga o pergaminho, deixando Xena apenas com uma das metades na mão.
Xena vai em busca da outra parte do pergaminho enquanto foge dos ataques de Hiperion. Ele resolve avançar contra Gabrielle, mas é impedido por Xena, que o derruba num vão da caverna. A última parte do cântico é lida e Hiperion e Theia voltam a ser pedras.
De volta ao templo, Gabrielle relata para Philius como ela e Xena venceram os titãs e ele é só elogios para com ela. Então ela diz que quase perdeu a virgindade com ele.
Bem, não foi por falta de oportunidade. Não foi com ele. O que levou Gabrielle a desistir?
Philius tenta beijar Gabrielle, mas ela recua.
Huahuahua Por que?
Gabrielle se levanta e vai até Xena, que estava lá no mesmo lugar que eles.
Ah, sim, está respondida a pergunta.
Xena questiona o por que de Gabrielle ter ido à caverna sozinha.
Mas a cara da Xena, que ouviu a conversa dos dois, é hilária hehehe
Gabrielle responde que ela queria consertar o erro que cometeu e não queria que Xena sentisse raiva dela. Mas Xena responde que jamais sentiria raiva dela.
Agora é a Gabrielle que está dando uma de louca ou de surda. Ela não percebe não? Aff
Gabrielle começa a questionar sobre outros erros que ela já cometeu, mas Xena sempre dá uma boa resposta para todos. Então Xena olha para Gabrielle e diz “A questão é... nós somos amigas. E não devemos deixar coisas assim atrapalharem.”
Na frase “A questão é... nós somos amigas” Xena faz uma leve pausa entre “A questão é” e “ nós somos amigas.” Ou seja, por que não falar isso rápido? Por que a tal pausa? O que ela queria dizer que não disse?
Teremos mais revelações nos próximos episódios...

por Math Pitbull

Comentários
4 Comentários

4 comentários:

  1. kkkkkkkkkkkk adoro essas suas analises de episódios Math, vc enxerga mto longe rsrsrs

    ResponderExcluir
  2. hehehehe a verdade precisa ser dita hahahaha
    Valeu, Nina!!

    ResponderExcluir
  3. Uma curiosidade: quando poderemos ver suas análises sobre as outras temporadas? Sempre visito o blog na esperança de poder vê-las...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo contato, Luciana :-)
      Infelizmente eu não tenho tido muito tempo, mas prometo não demorar a continuar postando as análises sobre os episódios... Desculpe, mesmo...=/

      Abraço.

      Ass: Matheus.

      Excluir

Para evitar comentários com conteúdo chulo e ofensivo, todos serão moderados, certo?

Ѳ Comente pelo Facebook!

Ѳ Mais Vistos