Máquina da Verdade - Xena e Gabrielle (Edição Especial 2)



Bom, estamos terminando mais um ano e pra fechar com chave de outro, hoje a Máquina da Verdade trás mais uma Edição Especial com as maiores responsáveis pela existência deste blog, Xena e Gabrielle. 
Bem vindas novamente, garotas!

Gabrielle - Obrigada. É sempre muito bom vir aqui. Er... antes de começarmos, Xena quer dizer uma coisa...

Xena - Eu quero?

Gabrielle (cutucando Xena) - É claro que quer!

Xena (contrariada) - Certo. Eu queria pedir desculpas pela última vez... é isso. 

Gabrielle - E por que?...

Xena (bufando) - Eu estava com pressa e fui meio grossa... 

Tudo bem, Xena! Você manda aqui!

Xena (com olhar debochado para Gabrielle) - Viu? Nem precisava...

Gabrielle - Doeu ser gentil, doeu?

Então, gente, podemos começar? Hoje temos apenas perguntas da Pam, do Rio de Janeiro, e duas perguntas aqui da produção. 

Xena - Hoje que estamos com tempo, tem poucas perguntas...

Gabrielle - Que pena... Mas vamos lá, pode começar!

Ok. A Pam fez perguntas para vocês duas. Vamos começar com as perguntas para você, Gabrielle.

- Gabrielle, quando você e Xena foram salvar Tara de ser punida por dançar, você disse que o fato da dança ser proibida, te fazia sentir mais vontade de dançar. O que mais é proibido, que te dá vontade de fazer?

Gabrielle (sorrindo com os lábios) - Pelos deuses!... Praticamente tudo! Quando eu fico sabendo que algo é proibido, me dá uma vontade louca de fazer... não sei por que... 

Xena - Isso é verdade... Mas responde direito, Gabrielle!

Gabrielle - Ah, por exemplo... Lugares onde diz que é proibido entrar... É aí que eu sinto vontade de entrar, sabe? Existe uma força maior em mim que me faz desejar fazer o que é proibido... Difícil explicar...


Entendo... Tem muita gente assim no mundo... Bom, próxima pergunta:

- Gaby, você já deixou bem claro como admira Xena e sua praticidade, mas você também havia dito que tem medo do lado negro dela. O que ela faz até hoje, mesmo depois de sua mudança de comportamento, que te deixa muito assustada e com medo?

Gabrielle (pensativa) - Hum... às vezes, quando não é no calor da batalha, como quando Xena captura alguém e aplica o golpe de pressão, eu confesso que me dá um frio no estômago... Tenho medo que ela não desfaça o golpe caso a pessoa não lhe diga o que ela quer saber... E quando ela fica com muita raiva e sai batendo, mesmo quando a batalha já está vencida, eu também fico meio assustada...



Xena - Gabrielle, você sabe que é você quem sempre me trás de volta... Graças a você, hoje eu conheço e controlo meus limites... Me sinto mal em ouvir você dizendo que tem medo...

Gabrielle (pousando a mão na perna de Xena) - Raramente acontece, Xena... Você sabe que é verdade...

Continuando:

- Gaby, desculpe a minha indiscrição, mas sua primeira vez foi com Xena ou Perdicas? Sei que o primeiro homem, foi ele!

Gabrielle (envergonhada) - Ai, meu Zeus... O que eu posso dizer é que mentalmente eu não era mais virgem há muito tempo... 



Xena (divertida) - Ela só pensava besteira...

Gabrielle - Hahaha... Mais ou menos... 


Xena - Esse ar inocente dela era só pra enganar trouxas...

Gabrielle (sorrindo) - Não... Bem... Um pouco... Eu era inocente em muitas coisas, mas na minha idade eu já sabia o que eram tantas outras coisas... Eu não era uma idiota que não sabia nada da vida, isso não!


Desculpe, mas você não respondeu a pergunta corretamente...

Gabrielle - Sim, a pergunta é com quem foi minha primeira vez, certo? Agora preciso saber: a primeira vez em que? 

Creio que é sobre sua virgindade...

Gabrielle (enigmática) - E o que é a virgindade afinal? Trata-se apenas de um pedaço de pele ou de toda uma situação?

Agora você me pegou...

Gabrielle - Então, creio que está respondido, não?

Xena - Bela saída, espertinha...

Verdade, Xena. Vamos à última pergunta da Pam pra você, Gabrielle:

- Gaby, quando Xena te salvou de Baco e das bacantes, o que você fez para recompensá-la?

Xena - Ela nos livrou de ter que passar mais uma noite com o Joxer.

Gabrielle (olhando de lado) - Obrigado, Xena...

Mas o que aconteceu depois?

Gabrielle (após alguns cochichos de Xena em seu ouvido) - Depois? Ah, depois o episódio terminou, oras!


Vocês estão aprendendo a enrolar a máquina da verdade, né? Boa saída! Tudo bem, vamos agora para as perguntas da Pam pra você, Xena:

- Xena, assim como você, a Gaby é extremamente desejada. Qual dos admiradores dessa loira maravilhosa você mais sentiu ciúmes, e por quê?

Xena (torcendo os lábios) - Olha, acho que sem dúvidas foi a Najara. Essa conseguiu me tirar do sério... Os outros eram boas pessoas, apesar de terem seus defeitos e quererem a Gabrielle ¬¬ , mas a Najara... sem comentários...


Certo. Próxima pergunta:

- Xena, vamos supor que você é aquela conquistadora de nações, e você acabou conhecendo Gabrielle nesse seu estado perverso. O que você faria com ela?

Xena (sorrindo e olhando de forma perversa para Gabrielle) - Aaaah, das duas uma: ou eu mandaria matá-la ou faria com ela o que milhares de fanfics dizem que eu faria... Sinceramente, gosto mais da segunda opção.


Gabrielle (dando um tapa de leve no ombro de Xena) - Mas que safada!

(risos) Xena, você é danada mesmo! Mais uma pergunta:

- Xena, na época em que você seduziu Iolaus, você acreditava em alma gêmea e no amor? Se não, diga por quê.

Xena - Eu não acreditava em nada, a não ser no meu poder e nas coisas que eu queria conquistar. Amor, alma gêmea, amizade... essas coisas não existiam pra mim... Eram coisas de gente fraca, na minha opinião. Eu estava muito perdida ainda e nem pensava nessas coisas... Eu só queria ter mais e mais poder! Ainda bem que eu caí em si...


Chegamos na penúltima pergunta da Pam, Xena:

- Xena, de todos os locais que você e Gaby viajaram, qual foi o local em que você mais curtiu e gostou?

Xena (refletindo rapidamente) - Hum... Eu gostei muito da India, apesar de tudo o que aconteceu e de eu não gostar muito dessas coisas de meditação e tudo mais... Mas gostei de lá. 


Xena - É que eu não tenho tanta certeza, afinal, foram muitos lugares... Mas a India foi um dos melhores, eu acho.

Última pergunta:

- Xena, qual é a parte do corpo da Gaby que você mais gosta? E essa pergunta vale pra você tambem Gaby.

Xena - Posso falar assim, em público?

Gabrielle - Xena!

Xena - Calma, Gabby... Bom, eu gosto dela toda, ela é perfeita, mas já que eu só posso escolher uma parte, então escolho o coração...


Xena (dissimulada) - Que?... 

Creio que a pergunta se refere a uma parte externa do corpo...

Xena - Tá, tudo bem... Gosto do cabelo dela.


Xena (ainda dissimulando) - Ué, eu gosto do cabelo da Gabrielle, sim! (pausa) Ok, vou deixar todo mundo feliz... Eu adoro as ancas dela, pronto! Não preciso dizer a palavra exata, né? 


Não... Está ótimo assim... E você, Gabrielle?

Gabrielle - Já que essa máquina entrega a gente mesmo, vou logo responder a verdade. Eu gosto muito dos braços da Xena... compridos, firmes... Gosto muito de me amparar neles... E me recostar em seu peito e tudo mais... (pausa) Ah, chega!


Gabrielle - Fiquei nervosa, agora... É tudo tão perfeito nela que fica confuso escolher uma só.

Bem, as perguntas da Pam terminaram, mas ela deixou um recadinho aqui pra vocês:

"Xena, te acho uma deusa de linda, mas a Gaby me encanta, por ela eu mudo de time. kkkkkk
Obrigada gatas."

Xena (desconfiada) - Êêêêê... mas hein?

Gabrielle - Agradeço o elogio... E Xena, agradeça também, afinal, a garota te chamou de deusa!

Xena - Verdade, verdade. Obrigado!

Gabrielle, agora tenho uma pergunta aqui pra você e depois uma pra Xena, criadas pela produção. Vamos lá!

- Gabrielle, nunca passou pela sua cabeça comer ambrosia para tornar-se uma deusa? Você seria a deusa do que?

Gabrielle - Não... Pra mim, quem é deus é deus desde sua criação... Não gosto desse negócio de um mortal virar um deus. Mas... se eu fosse uma deusa, provavelmente eu seria a deusa dos bardos, da escrita, da oratória... algo assim.


Agora você, Xena:

- Xena, se você não tivesse se enveredado pelo caminho da espada, o que você teria feito de sua vida? Sabe nos dizer?

Xena - Complicado... Não me imagino fazendo outra coisa, mas... Se eu não fosse uma guerreira eu não conheceria Gabrielle, por exemplo... Acredito que eu estaria em Amphipolis...talvez casada com Maphias, sei lá... Não sei responder...


Certo. Bem, meninas, terminamos! Quero agradecê-las e desejar-lhes um Feliz Ano Novo!

Gabrielle - Obrigada! Nós também desejamos uma ótima passagem de ano para todos!

Xena - Isso aí!


Muito bem, galera! A enquete está lá em cima pra vocês escolherem quem será o próximo convidado da Máquina da Verdade, que voltará no dia 
17 de janeiro de 2012! Tem bastante tempo pra escolher!
Podem continuar enviando perguntas para Xena e Gabrielle, para que elas possam retornar em edições especiais, certo?

Até lá, o blog estará em recesso e retornará com suas atividades no dia 
16 de janeiro, com mais novidades, novas tirinhas e matérias! Aguardem! 

Nessa semana, fiquem com os calendários xenites que estão sendo preparados pra vocês e serão postados aqui até o Reveillon! 

Eu, Math, em nome de todos os envolvidos com o blog, agradeço à todos vocês, que dedicaram seu tempo para acessar nossa página durante o ano de 2011 e nos deram credibilidade e motivação para prosseguirmos cada vez mais dispostos!

Desejo desde já um Feliz Ano para todos vocês! 
E que em 2012 nós possamos contar novamente com a presença de todos aqui neste espaço!

Obrigado!

Até a volta!! 


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para evitar comentários com conteúdo chulo e ofensivo, todos serão moderados, certo?

Ѳ Comente pelo Facebook!

Ѳ Mais Vistos