Amor de Mãe


No Brasil, comemoramos o Dia das Mães no segundo domingo do mês de maio. E o Xena's World - Maintexter não poderia deixar esta linda data passar em branco. Neste ano, o Dia das Mães acontece no dia 12 de maio, dia em que homenageamos todas as mães de nosso país. 
Mas não irei falar sobre as mães mais badaladas da série, Xena e Gabrielle. 
Não, não, hoje elas serão apenas filhas.
Vamos relembrar um pouco sobre as mães de cada uma delas, pois ser mãe de Xena e Gabrielle não foi nada fácil. 



HECUBA
MÃE DE GABRIELLE


Já no primeiro episódio da série, Sins of the Past, Hecuba mostra-se uma mãe dedicada e preocupada com as filhas, Lila e Gabrielle.
Quando os homens de Draco invadem Potédia e capturam a todos, ela não desgruda das filhas e, mesmo sabendo que é em vão, tenta protegê-las com seu abraço.


Ao serem salvos por Xena, Hecuba dedica-se a ajudar a Princesa Guerreira a se vestir, sem se opôr à vontade de Gabrielle de querer mantê-la na cidade por mais tempo. Vontade esta desconsiderada por Herodoto, pai de Gabrielle.

Podemos perceber que Hecuba é uma esposa submissa ao marido e não costuma opinar, a não ser que sua opinião sobre algo seja igual a de Herodoto. 

E então, Gabrielle foi embora de Potédia, deixando sua família para trás para poder acompanhar Xena, para poder viver grandes emoções, para tornar-se uma guerreira, para poder viver uma linda história de amor...

Ficou claro, como comentado na seção Visão Maintexter sobre o episódio The Prodigal, o quanto Lila, irmã de Gabrielle, não a apoiava por ter deixado a família. Entretanto, lá em Sins of the Past, Lila ficou indiferente sobre essa questão. Somente depois de prováveis rumores que insinuavam um relacionamento mais do que de amizade entre Gabrielle e Xena chegarem até Potédia, foi que Lila mudou de opinião.
Os pais de Gabrielle não estavam na cidade quando ela resolveu ir até lá, mas é óbvio que, se Lila mantinha tal pensamento, sua mãe igualmente o mantinha. 
No final do episódio, Lila entende as razões de sua irmã e elas se despedem fazendo as pazes.

Algum tempo se passou até que Esperança resolveu tomar o lugar de Gabrielle e viver com seus avós e tia. Sendo ela fisicamente igual a sua mãe, foi fácil ludibriá-los. 

Hecuba imaginara que sua querida filha mais velha havia retornado para casa definitivamente e que viver com Xena já não fazia mais parte de seus planos. Falando claramente, Hecuba acreditou que o suposto relacionamento entre sua filha e a Princesa Guerreia havia chegado ao fim.

É por isso que o desconforto visto no episódio A Family Affair é notável quando Xena reaparece. Hecuba logo pensou que sua filha poderia novamente cair em tentação e voltar às boas com Xena. Mas conhecer Joxer a fez ter esperanças de que sua filha pudesse finalmente ter uma vida "normal", dentro dos parâmetros de normalidade impostos pela sociedade na qual vivia ou mesmo de Herodoto. Este sim, era visivelmente contra qualquer ligação de sua filha com Xena.
Na cena em que Joxer é apresentado à família de Gabrielle, Lila mostra-se um tanto interessada no rapaz, mas como a "filha problema" do casal é Gabrielle, Hecuba e seu marido nem cogitam a hipótese de ver Lila com ele, mas sim Gabrielle, crendo que assim ela pudesse esquecer Xena definitivamente. 


Esse episódio todo é subliminar aos olhos de quem não consegue perceber todo o seu contexto. 
A Family Affair apresenta como tema principal o reencontro entre Xena e Gabrielle e a luta delas contra Esperança e Destruidor, para impedi-los de seguir com os planos de Dahak. 
Entretanto, há um outro enredo dentro do enredo principal, que é como uma família tipicamente conservadora vê e se coloca diante de uma situação onde uma das filhas apresenta uma sexualidade que foge do que seus pais querem para ela. 

E Hebuca, como a mãe da "garota lésbica", vê-se perdida em muitos momentos, sem saber se segue o que seu marido diz ou o que sua filha sente. 
Os diálogos e situações vividos entre eles é incrivelmente idêntico à vida real no que diz respeito a filhos gays e pais que não aceitam esta condição.



Ainda no episódio A Family Affair, há uma cena em que Esperança (ainda fingindo ser Gabrielle e enganando sua família) se auto-flagela e diz que Xena a espancou. 
Nos dias de hoje, a Lei Maria da Penha seria acionada, mas na Grécia Antiga, os pais da garota resolveram fazer justiça com as próprias mãos. Podemos ver isso quando Herodoto pega um machado na mão disposto a acertá-lo em Xena, afim de defender a integridade de Gabrielle.
Hecuba, ao lado de seu marido, tem o mesmo sentimento. 

Pouco depois, a verdadeira Gabrielle, sem entender muito bem o que está acontecendo, vê sua mãe aos prantos.

Por que Hecuba chora?

Por que este choro não foi mostrado em Sins of the Past? 

Sim, ver que sua filha mais velha decidira ir embora de repente sem nem se despedir, com certeza deve ter doído no coração desta mãe. Igualmente ver sua filha toda machucada, e ainda mais por causa de alguém que a garota decidiu se envolver, também deve ter deixado Hecuba em desespero.

Mas esse choro não é apenas por causa dessas razões. 
Hecuba tem medo de perder sua filha novamente, mas não para o mundo e sim para Xena. 
Tanto que se fosse com Joxer, Hecuba não se oporia se Gabrielle quisesse ir embora. 
Para não se opor ao marido e causar mais problemas, Hecuba guardou para si as suas opiniões. Tudo o que Herodoto dizia, ela assinava embaixo e sofria muito com isso. 

Hecuba, então, chora por muitas razões. No fundo, ela apenas queria ter uma família feliz, sem maiores problemas, mas as divergências não lhe davam paz.

Ou seja, o grande fardo carregado por Hecuba não foi tanto o fato de ter uma filha que queria viver grandes aventuras e ser uma guerreira, mas inclusive e principalmente ver uma de suas filhas dada a preferências que desagradavam sua família. 

Hecuba amou muito Gabrielle e morreu sem ter uma relação mais estreita com sua filha. Gabrielle sabia disso e culpava-se, tanto é que no episódio Who's Gurkhan, ao saber que seus pais estavam mortos, ela ficou absurdamente consternada. Acabava ali qualquer chance de diálogo e entendimento entre ela e sua mãe.





CYRENE
MÃE DE XENA


A mãe da maior protagonista da série deu o ar de sua graça em mais episódios que a mãe de Gabrielle. 
Cyrene, já em sua primeira aparição, nos deixa a par de sua mágoa para com sua filha, Xena. 
Em Sins of the Past, o desgosto dessa mãe em saber que a filha saíra pelo mundo praticando todo tipo de maldades, chegando ao ponto de ameaçar Xena com a espada, além do sofrimento pelo qual passara há 10 anos atrás ao perder seu filho mais jovem numa batalha comandada por Xena, fez com que Cyrene a culpasse por todo o mal que cometera à ela e à Amphipolis, sua cidade. 
A mãe de Xena não tinha mais nenhuma confiança por ela. 


Após mostrar que havia realmente mudado, ao lutar contra Draco e evitar um ataque à Amphipolis, Xena recebe o perdão de sua mãe. 
Por mais que esta mãe pudesse sentir mágoa por sua filha, ela a perdoou. 


Algum tempo depois, Xena foi castigada pelas Fúrias com a loucura e para curar-se seria preciso que ela matasse o assassino de seu pai. Porém, fora Cyrene quem o matara, para evitar que ele matasse Xena quando ela ainda era uma criança. 
Como uma verdadeira mãe, essa mulher teve a coragem de matar um homem, seu marido, para proteger sua filha. 


E, mesmo depois de Xena crescida, Cyrene, mais uma vez, arrisca a própria vida para tirar sua filha da maldição da loucura, entregando-se para ser sacrificada. Estando Xena em estado de insanidade, o risco que Cyrene correu sem ter certeza se seria morta ou não, não a impediu de arriscar-se. Tudo em prol de sua filha.


E então Xena engravidou...
Cyrene, como a maioria das mães do mundo, quis saber quem era o pai, pior, quem seria o marido de Xena. Ao saber que sua filha não tinha marido, ela tratou de procurar pretendentes para Xena. 
Não é difícil perceber que Cyrene tinha conhecimento ou desconfiava profundamente da relação entre sua filha e Gabrielle, mas em sua concepção, uma família consistia em marido, mulher e filhos. Um filho precisava indispensavelmente de um pai. 

Entretanto, Xena lhe explicou, através de música, no episódio Lyre Lyre Hearts On Fire, que as mulheres conquistaram sua independência e que, para se criar uma criança, não há a necessidade de a mulher casar-se com um homem.

E foi aí que Cyrene teve a certeza de suas desconfianças e decidiu apoiar a filha. Bem diferente de Hecuba, Cyrene não devia satisfações à ninguém e isso provavelmente contou muito, além de ela ser, por natureza, uma mulher independente. 

Cyrene criou 3 filhos sozinha, com seu próprio trabalho, uma taverna onde ela servia refeições e hospedava as pessoas. Isso a fez compreender melhor e mais rápido que no mundo existem vários tipos de famílias, ao contrário de Hecuba, que tinha um marido e dava apoio à tudo o que ele dizia. 


No quesito "mãe", Xena teve muito mais sorte do que Gabrielle, pois Cyrene era muito mais culta e compreensiva do que Hecuba. 

No episódio Amphipolis Sitiada podemos ver claramente que Cyrene está a par da relação de sua filha com outra mulher e apóia, tanto que quando ela flagra Xena e Ares, não gosta nada do que vê, embora tenha disfarçado.


Os anos se passaram e no episódio Coming Home, quando Eva já era uma mulher feita, Xena teve conhecimento que sua mãe fora atormentada pelo Demônio e assassinada como bruxa pelos moradores de Amphipolis. 
Xena ficou triste e com ódio, mas nada comparado ao sentimento que Gabrielle teve em Who's Gurkhan. 
Isso aconteceu porque entre Xena e Cyrene não havia nenhuma pendência. Cyrene morreu estando em paz com Xena e vice-versa.
Xena apenas lutou contra Mephistófeles, o Demônio, para tirar sua mãe do inferno, nada demais.

A última aparição de Cyrene na série foi após ela ter sido liberta do inferno e pôde rever sua neta antes de partir definitivamente.


Se colocarmos numa balança os sofrimentos pelos quais Hecuba e Cyrene passaram, fica difícil saber quem sofreu mais ao longo da série. 
No que diz respeito ao fato de suas filhas escolherem a vida de batalhas, e mostrarem uma sexualidade que fugia dos padrões impostos pela sociedade, Cyrene foi a que melhor aceitou. 

Lembrando que na Grécia Antiga todas os tipos de sexualidade eram melhor aceitos e, apesar do seriado passar-se nesta época, o que vemos são situações que se referem ao nosso cotidiano, aos dias atuais. 

Em se tratando de questões de sofrimentos pessoais, ao longo da vida quem mais sofreu também foi Cyrene. Hecuba tinha um marido, uma casa, duas filhas que não lhe causaram grandes problemas, apesar de que uma vida de submissão também não é nada agradável. Quanto a Cyrene, ainda muito cedo ela matou seu próprio marido, perdeu um filho, não conheceu um neto. Neste caso, Cyrene também vence.

Na questão morte, ambas sofreram muito. Cyrene queimada viva e Hecuba decapitada por ordem de Gurkhan. Uma decapitação consiste em ter a cabeça cortada num único golpe, ou seja, morte praticamente instantânea. Ser queimado vivo é milhões de vezes mais sofrido... 
Novamente, Cyrene sofreu mais...

Apesar de Cyrene ter sofrido muito mais do que Hecuba na vida, seu amor e aceitação por sua filha foram muito maiores do que o da mãe de Gabrielle. Isso não faz de Hecuba uma mãe ruim, mas Cyrene com certeza foi uma mãe muito melhor... 

Por que melhor?

Hecuba tinha medo. Cyrene não.
Hecuba era submissa. Cyrene não. 
Uma mãe não tem medo de lutar por seus filhos, por mais árdua que seja uma determinada situação.

Entretanto, ser mãe de garotas como Xena e Gabrielle realmente não deve ser tarefa fácil e cada uma dessas mães fez o que achava que deveria fazer, mas sem jamais perder o mais importante de tudo: 
O Amor.  

Mais do que serem mães de guerreiras, Hecuba e Cyrene foram igualmente guerreiras!





por Matheus Roberto



____________________


MÃES XENITES E MÃES DE XENITES,

O XENA'S WORLD - MAINTEXTER DESEJA À CADA UMA DE VOCÊS UM DOMINGO ABENÇOADO E REPLETO DE ALEGRIA!

QUE SEUS FILHOS SEJAM EXEMPLOS DE DIGNIDADE E CARÁTER!

QUE TODA TRIBULAÇÃO SEJA SUPERADA COM DISCERNIMENTO E, 
ACIMA DE TUDO, COM AMOR! 

TODA MÃE É UMA GUERREIRA DIGNA DE RESPEITO E CARINHO!

FILHOS, AMEM SUAS MÃES!

MÃES, AMEM SEUS FILHOS!


FELIZ DIA DAS MÃES!








Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para evitar comentários com conteúdo chulo e ofensivo, todos serão moderados, certo?

Ѳ Comente pelo Facebook!

Ѳ Mais Vistos