Temática do Blog




Xenites e não xenites já vieram até mim para perguntar se este blog é de temática GLS (ou GLBS/GLBT/LGBTT/etc...). Não, não é. 

Por acaso, Xena e Gabrielle são mulheres e se amam, o que as torna, para quem é adepto de rótulos, lésbicas (ou bissexuais).

Se ao invés de serem Xena e Gabrielle fossem Xeno e Gabrielle ou Xena e Gabriel ou Xeno e Gabriel, ainda assim, muito provavelmente, este blog existiria como também o apoio ao maintexto.

O fato de serem duas mulheres nada tem a ver com o amor que elas viveram na série. Sim, Lucy Lawless e Renee O'Connor as deixam mais belas e sensuais e isso mexe com a libido e fetiche da maioria, mas não são esses fatos que fazem da relação delas uma das mais perfeitas relações já vistas na ficção. 

O maintexto existe para desmitificar as hipóteses que levam à uma suposta relação entre Xena e Gabrielle. Embora elas tenham passado por momentos infiéis, digamos, elas são um casal. Qual casal no mundo não passa por problemas?

Temos uma seção aqui no blog, a qual é uma das mais acessadas, o Diário de Gabrielle. Nele, Gabrielle relata em pergaminhos a descoberta sobre si mesma. Em outras palavras, ela percebe-se no mundo como lésbica. Entretanto, esta é tão somente mais uma forma de mostrar que ela e Xena formam um casal, uma maneira de provar o maintexto e não um levantar de bandeira. Ou seja, este blog apoia e defende o relacionamento entre pessoas de mesmo gênero, mas apoia e defende ainda mais o amor entre duas pessoas, independente de sua orientação sexual, gênero, raça, etc... 

O mais correto seria não estereotipar as pessoas, mas isso também acontece quando o assunto é Xena e Gabrielle. 

Xena, por ser uma guerreira, sem modos ao sentar ou comer, e durona na maioria das vezes, faz com que a maioria das pessoas aponte e diga "Ela é lésbica! Óbvio que é!" 
O mesmo acontece com Gabrielle. Muitos acreditam que ela "virou" lésbica ao tornar-se uma guerreira e passar a usar os cabelos curtos. E isso, infelizmente, é mostrado na própria série, quando Meg a vê e diz que ela não poderia ser Gabrielle porque Gabrielle não era tão macho. 

Uma outra coisa que acontece muito é dizer que todos os apoiadores do maintexto (ou subtexto) são homossexuais ou, muito pior, dizer que todos os fãs de Xena Warrior Princess são homossexuais ou bissexuais e se não são, serão. Como assim? 

Já vimos aqui as denominações dos xenites (maintexters, subtexters, bitexters e shippers) e é um ato preconceituoso dizer que maintexters e subtexters são homossexuais, que bitexters são bissexuais e que shippers são heterossexuais. Pode até ser maioria para cada um dos casos, mas não é uma regra. 

Estereotipar as pessoas não deveria ser coisa de xenite, pois não creio que Xena o faria. Quem viu a série consegue perceber bem isso.

O que vale em um relacionamento é o sentimento que há nele e não quem ou o que são as duas pessoas envolvidas. E é isto o que este blog quer mostrar: o Amor entre duas pessoas, no caso, Xena e Gabrielle.





por Matheus Roberto




Comentários
1 Comentários

Um comentário:

  1. Eu concordo com você em tudo que disse.Amo as duas do jeito que elas são.

    ResponderExcluir

Para evitar comentários com conteúdo chulo e ofensivo, todos serão moderados, certo?

Ѳ Comente pelo Facebook!

Ѳ Mais Vistos