A Anatomia de Gabrielle



Outro dia assistindo a Grey's Anatomy, o seriado médico da excelente Shonda Rhimes, uma frase da personagem central de imediato me lembrou Gabrielle. Assim disse Meredith Grey (Ellen Pompeo) à sua melhor amiga Cristina (Sandra Oh): "Derek é o amor da minha vida, mas você é minha alma gêmea."


Para quem acompanha os encontros e desencontros amorosos do seriado, sabe da diferença do teor das relações de Meredith com Derek e da mesma com Cristina. O primeiro é seu par romântico, o homem por quem se apaixonou e decidiu viver uma vida a dois, como um casal. Já com a segunda a relação é estritamente baseada na amizade incondicional de uma para com a outra. São quase como irmãs, parceiras, confidentes, colegas de trabalho. O tipo de amizade que lembra alguns traços significativos de Xena e Gabrielle. Para Meredith,  Derek  e Cristina são as duas pessoas mais importantes de sua vida. Ele por ser quem escolheu como amante, e ela, como a melhor amiga. Mas como pode a alma gêmea da moça ser sua amiga e não seu marido? Bem, ao afirmar isso para Cristina, Meredith deu ênfase à versão estendida do conceito. Neste caso, é possível afirmar que nem sempre uma alma gêmea é alguém que nos complete apenas no sentido romântico como ocorre na maior parte das definições. Pode ser um amigo, um irmão ou até mesmo alguém que você ainda deteste, mas que está cravado no seu destino como. E o que isso tem a ver com Xena e Gabrielle? Justamente a Anatomia das duas relações, bem  como  todo o corpo de sentimentos e emoções que as envolve.

De início, Gabrielle viu em Xena primeiramente alguém para se admirar como  pessoa, depois uma amiga para dividir consigo todos os momentos bons ou ruins, e por fim, a parceira com quem divide uma relação como casal. Portanto, a anatomia sentimental de Meredith não se reflete piamente na de Gabrielle, mas tudo isso é bem mais coeso para a barda do que para a médica do Seatle Grace. Meredith faz de Cristina alguém que lhe dá esteio, a põe nos eixos e sempre recorre à amiga em seus assuntos mais íntimos. Enquanto Derek se "conforma" em ser seu parceiro de cama e alguém para dividir a vida de forma romântica. O próprio chega a afirmar em uma passagem que se competisse com Cristina, sairia perdendo. E é isso que faz de Xena a grande vencedora na vida de Gabrielle.  Ninguém conseguiu representar para a barda o que Xena representou e o que Cristina representa para Meredith. A alma gêmea. A única diferença é que enquanto Meredith divide sua vida com duas pessoas sob duas perspectivas, Gabrielle se dá ao luxo de ter estas duas perspectivas inseridas numa única pessoa. Para Gabrielle é o que representa Cristina  que  dá corpo à sua relação com Xena, complementada com o que representa Derek. A amiga  e o amante. Concluímos que a relação de Xena e Gabrielle ganha uma amplitude especial, fazendo a anatomia de  Gabrielle ser a versão mais perfeita da anatomia da Grey, afinal, quem de nós não gostaria de encontrar em nosso parceiro (a) nossa alma gêmea? 

Embora haja esta distinção, vale ressaltar, no entanto, que tanto Meredith quanto Gabrielle são pra mim, dois fortes exemplos de personalidade femininas, felizes e bem resolvidas como igual na anatomia de suas relações. Unidas pela vivência do Amor e separadas  apenas pela avaliação pessoal desta humilde colaboradora.     


por Flavia Cristina


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para evitar comentários com conteúdo chulo e ofensivo, todos serão moderados, certo?

Ѳ Comente pelo Facebook!

Ѳ Mais Vistos