Evil Xena: Como resistir?




Foi no nono episódio de Hercules The Legendary Journeys que fomos apresentados a ela. Mais que uma boa história, The Warrior Princess marcou o início de uma Era de mais de uma década. Considerado por muitos o episódio Piloto de XWP, começava ali uma paixão tão fulminante que nem mesmo o protagonista de seu seriado mãe pôde compreender.

A história começa com Xena carregando o nome que herdara de Lao Ma, mas não pra promover a Paz como queria a Imperatriz Chinesa. Foi através da Guerra que Xena fez seu nome de Princesa Guerreira mundo afora. Uma mulher de força admirável, exímia estrategista, grande habilidade em artes marciais e uma espadachim como poucos, foi conquistando territórios e empilhando Exércitos até que um dia decide matar o Herói Hercules. Claro, que como uma boa vilã, Xena não deixaria que o mocinho atrapalhasse seus planos. Já mencionei que era uma exímia estrategista? Ah, sim. E por isso ela traçou um plano perfeito.

Usando seus outros atributos, mais precisamente de princesa, facilmente seduziu Iolaus, o melhor amigo de Hercules. Com o rapaz nas mãos, Hercules ficaria a sua mercê. Mas Xena não queria matar Hercules, ela foi mais além em sua perversidade. Praticamente obrigou Iolaus a tentar matá-lo com suas artimanhas e promessas falsas de Amor. Mas vamos combinar: ser seduzido por uma mulher como Xena, com aqueles azuis pedintes no auge da representação da Donzela em perigo, e um corpo escultural dentro de uma tina de água fervente é irresistível pra qualquer um, não é mesmo? Então neste caso, Iolaus está mais que perdoado! Antes, a bela vilã já havia usado o mesmo recurso com um homem de seu Exército, mas Hercules conseguiu escapar ileso e foi aí que seu plano começou a ruir com o bonitão. Hercules foi até Iolaus e enfim, conseguiu abrir os olhos do amigo e ambos viram a Evil Xena partir,  certos de que não a encontraria mais. Porém, sabemos que a guerreira de fala mansa e trejeitos incomparáveis entraria em cena mais duas vezes naquela temporada.

Unchained Heart, episódio 13, marcaria a despedida da personagem com sua redenção depois que ela e Hercules enfrentaram o terrível Darphus. A estas alturas, o herói já havia se deixado levar pelos encantos da bela morena de olhos azuis e personalidade indomável. Segundo consta, Xena estaria marcada para morrer, mas tamanho foi o seu sucesso, que a personagem, já redimida, ganhou seu próprio seriado, para contar sua própria história. Assim, morria a Evil Xena e nascia Xena - A Princesa Guerreira, a “verdadeira”, idealizada por Lao Ma. 

Durante seis temporadas, fomos apresentadas às várias nuances de nossa amada heroína, mas nenhuma delas foi tão fascinante quanto a que chamamos de Evil Xena. Logo no início, já temos um conceito aproximado do que ela representava. Veio de um menino que surge por detrás dos escombros de uma casa queimada que resume tudo: “A Princesa Guerreira, que desceu dos céus numa carruagem jogando raios e soltando fogo”, ou seja, a descrição perfeita de um Anjo do Apocalipse. Daí em diante, Xena não poderia existir sem a Evil Xena e vice-versa.

Deste fato, ótimos episódios de flashback sobre o passado negro de Xena se desenhou em XWP. Em Destiny, da segunda temporada, soubemos como nasceu seu ódio pela humanidade, junto com a disposição de acabar com tudo que é bom no mundo. Da terceira temporada, temos The Debt, episódio em que Lao Ma age como mentora tentando curar seu corpo e seu espírito. Infelizmente (ou pra nós seria felizmente), a Imperatriz chinesa só obteve êxito na primeira questão. Evil Xena deixou passar ali a oportunidade de se redimir e assim seguiu sua história sangrenta ao lado de Borias, pai de seu filho Solan. Aliás, é com Borias, que ela forma uma dupla de guerreiros quase invencíveis e um casal de amantes mais que interessante. A química conceitual e sexual entre eles é evidente e certamente o segredo do sucesso de ambos durante anos até Borias encontrar seu caminho em Past Imperfect, na lendária batalha entre Evil Xena e os Centauros.



Quando perde Gabrielle na mesma temporada, a Princesa Guerreira recorre ao seu passado com as Amazonas, e claro, Evil Xena, está lá presente em Adventures in the Sin Trade, ao lado da maligna Alti dizimando a Nação de Cyane na busca desenfreada pelo Poder absoluto. Foram nestas passagens que sua incrível capacidade de se fazer de vítima e seduzir a todos a seu redor no passado e no presente, que caracterizou ainda mais a personagem em suas duas nuances. 

Enfim, chegamos a A friend in need, onde este passado tão Evil cobraria seu preço. Xena, a redimida, teve de morrer (de novo!?!?!) para alcançar a redenção por todos os crimes. Encerrava-se assim uma história marcante de uma personagem que soube como ninguém seduzir com suas muitas habilidades, e sem muito esforço, pois lembramos que até a virtuosa Gabrielle se rendeu ao seu lado negro em Paradise Found. 

Depois de tudo isso, a pergunta que fica é a seguinte: mas alguém consegue resistir? Eu não.  











por Flavia Cristina



Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para evitar comentários com conteúdo chulo e ofensivo, todos serão moderados, certo?

Ѳ Comente pelo Facebook!

Ѳ Mais Vistos