MORAL DA HISTÓRIA - O Sucessor (Cradle of Hope - S01E04)




        Forte elemento na história do seriado, a Mitologia grega se fez mais uma vez presente. A misteriosa Caixa de Pandora serve como adorno numa história sobre Poder e esperança.
       
       Tudo começa com uma vidente declamando uma perigosa profecia a um Rei. O Monarca perderia a coroa para uma criança nascida naqueles dias. Esta criança não seria de sangue real, sim um plebeu que herdaria o Trono. Se fosse um Herodes da vida, o Rei teria concordado com a carnificina em seu Reino a fim de evitar a perda de sua coroa. Porém, embora fosse corroído pela dor de perder esposa e filho, Gregor era um Rei justo e complacente com a condição de seu "algoz" e ordenou que seus soldados capturassem a criança com vida e a levasse a ele. Neste tempo, uma das escravas do Palácio, lembrando a história de Móises, colocou a pobre num cesto indo rio abaixo até chegar as mãos de Xena e Gabrielle. 

   A jovem, mais entusiasmada que a guerreira, se apegou fácil a criança chegando até a lhe dar nomes de Xenus ou Gabriel. O que será que se passou pela cabeça loira de Gabrielle neste momento? Será que o mesmo que passou em minha cabeça morena? Hehehehe....Como se já não bastasse isso, nossas heroínas tem outro encontro inesperado: Pandora e sua famosa caixa. Depois que Xena a salva de ser executada por um grupo, a moça passa a viajar com elas, que agora terão que proteger não só a criança do Conselheiro ambicioso do Rei, como também a lendária Caixa que carregava a esperança da humanidade.
      
      Como quarto episódio do seriado, depois de tudo que vimos o mesmo se desenvolver, podemos até não nos entusiasmar tanto com ele. Contudo, ele traz, ainda que de forma superficial, a interessante Mitologia da Caixa de Pandora, dando a ele o tom que abriga algumas passagens de XWP. 

      A moral neste caso, vem exatamente na cena final, que eu considero um dos melhores finais do seriado, quando Gabrielle esbarra na Caixa e ela se abre, revelando - Wowww!!! - que estava vazia. Daí perguntamos: então por que diabos Pandora passou todo episódio tensa carregando aquele trombolho pra tudo quanto era lado? Poderíamos pensar em senso de responsabilidade, mas a resposta está nas sábias palavras de Xena. A esperança não reside num lugar palpável e sim dentro de cada um de nós, seres humanos. A mesma esperança que voltou a ter o Rei, que com a ajuda de uma Xena inspirada no sentido Filosófico, se fez cumprir a profecia entregando a ele um herdeiro de seu trono.



     PS: Mesmo com este lindo final, ainda assim pagaria pra ver Gabrielle e Xena criando o rebento...



por Flavia Cristina


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para evitar comentários com conteúdo chulo e ofensivo, todos serão moderados, certo?

Ѳ Comente pelo Facebook!

Ѳ Mais Vistos