VISÃO MAINTEXTER: COMENTANDO OS EPISÓDIOS DE XWP – Intimate Stranger (2X7)



“Ao que muitos preferem chamar de subtexto, eu chamo de maintexto.
Para bom entendedor, meia cena basta.”



Breve explicação para uma melhor compreensão: Os acontecimentos do episódio estão escritos na cor azul e os comentários do colunista estão em itálico na cor bege.





Xena e Gabrielle seguem Theodorus (ex braço direito de Callisto) e seus homens. Xena quer leva-lo à Justiça. Gabrielle se ausenta e Xena é surpreendida por sua mãe, Cyrene. Porém na verdade é Ares disfarçado e ele quer fazer Xena se sentir culpada pela morte de Callisto, e consegue balançar a consciência da Princesa Guerreira. Ela vê Callisto em agonia, dizendo que poderia mudar também, assim como ela mudou um dia, mas Xena não lhe deu essa chance.

Xena acorda, era um sonho. Entretanto era um sonho dentro de outro sonho, onde ela vai acordar Gabrielle e vê Callisto morta em seu lugar. Xena é então acordada por Gabrielle, que começa a lhe dizer coisas sem coerência, e Xena acorda novamente. Era mais um sonho dentro de outro sonho. Ela vai espiar Gabrielle para se certificar que, dessa vez, ela realmente havia acordado.


Podemos notar que Gabrielle e Xena dormiam distantes e muitas vezes ao contrário (os pés de uma ficavam na direção da cabeça da outra). É um relacionamento que ainda não se consolidou, nem depois de Xena quase perder Gabrielle quando esta se casou com Perdicas. Um sentimento mútuo que ambas relutam em assumir.

Entretanto, no sonho de Xena onde Gabrielle a acorda, pela posição de Gabrielle a impressão que temos é a de que elas estão dormindo lado a lado. Xena danadinha, em seus sonhos elas dormem juntas! Hahaha Te peguei, Princesa Guerreira! :P 



Distantes (realidade)

Juntas (sonho de Xena)


Xena e Gabrielle Seguem a trilha de Theodorus e Xena pergunta se Gabrielle costuma sonhar. Ela diz que suas melhores histórias vêm dos sonhos, porém não sonhou mais desde que Perdicas morreu.


Há quem pense que Gabrielle amou Perdicas, porém podemos ver essa situação de modo diferente. Gabrielle sempre buscou um grande amor e quando Perdicas reapareceu mudado se declarando, ela resolveu viver esse relacionamento. Como já mencionado nos comentários sobre Return Of Callisto, em nenhum momento Gabrielle diz amá-lo, porém ela estava feliz por se sentir amada. Amor esse que não recebeu de Xena nem de ninguém anteriormente.

Perder isso da forma como ela perdeu com certeza a traumatizou, impossibilitando-a de desejar isso novamente em sua vida. Aquele medo que todos nós temos quando um relacionamento dá errado e ficamos com receio de iniciar e mesmo pensar num novo relacionamento.






Theodorus e seus homens estão prestes a matar Joxer, quando Xena e Gabrielle anunciam sua chegada e eles fogem. Os 3 então pernoitam juntos. Xena está pensativa, ela se sente culpada pela morte de Callisto. Gabrielle cobre suas costas com uma manta.


Um daqueles atos involuntários que Gabrielle sempre tem quando o assunto é Xena. Ok, é um gesto que qualquer pessoa pode ter para com outra que está passando por questionamentos preocupantes, mas quando é entre elas tudo muda, a gente enxerga mais longe, né não? :D


Elas trocam algumas palavras e Gabrielle vai dormir. Xena tem uma visão de Callisto, que a chama e ela a segue. Ela está novamente dentro de um sonho.


Isso explica o porquê da manta nas costas, é um sonho de Xena. Gente, Xena sonha com essas coisas românticas! XD Primeiro dormindo lado a lado com Gabrielle (provavelmente juntas mesmo) e agora essa da manta. Só podia ser um sonho de Xena mesmo! hahahaha






Xena chega a uma espécie de limbo e é surpreendida por Callisto e Ares, que conseguem convencê-la da culpa pela morte de Callisto. Diante desse momento de fragilidade de Xena, eles conseguem fazer com que as duas troquem de corpos, fazendo Callisto acordar ao lado de Gabrielle no corpo de Xena, enquanto esta permanece presa no “limbo” habitando o corpo de Callisto.

Xena e Gabrielle partem para Amphipolis, pois Xena disse que Callisto está de volta e tem planos de matar Cyrene para se vingar, e Argo percebe que aquela não é a sua tutora.



Gabrielle não percebe nada, mas dessa vez é compreensível, afinal, Callisto finge bem. Os animais têm maior sensibilidade, por isso Argo percebe facilmente.






A falsa Xena diz algumas coisas para Gabrielle que a fazem enfim ficar desconfiada, sem saber se Xena está assim devido a culpa que sente ou se ela planeja algo.


É comum Xena às vezes confundir Gabrielle, então mesmo assim a garota não percebe que aquela ali não é Xena.






Enquanto isso, Xena, no corpo de Callisto, explica a situação para Hades, que a tira daquele lugar.

Na floresta, Callisto treina Gabrielle para que ela elimine Callisto. Segundo ela, Gabrielle tem esse direito, que é o certo a se fazer. Conseguindo isso, Callisto conseguirá fazer com que Xena permaneça no submundo. Ela diz coisas horríveis para incitar o ódio de Gabrielle, fazendo a garota olhá-la como se não a reconhecesse.

Um tempo depois, após se encontrar com Ares, com o qual está tendo um romance (para ele é vantagem, afinal ela está no corpo de Xena), ela retorna e manda Gabrielle seguir na frente. Sozinha com Argo, ela apunhala o animal.


Ares ama Xena ou ama o corpo de Xena? Ao contrário de Gabrielle, que mais tarde e em próximos episódios nos mostra que o que importa para ela é a essência de Xena, ou seja, a pessoa que Xena é, Ares faz justamente o contrário, como podemos ver nesse episódio e mais tarde em Soul Possession. Isso está bem longe de ser chamado de amor.






Xena, no corpo de Callisto, encontra Argo agonizando. Ela pega umas ervas e põe na ferida do animal. Joxer a ataca pensando ser Callisto, mas logo compreende que é Xena.


Esse comentário não é maintexter, mas é preciso ressaltar aqui a bravura de Joxer ao proteger Argo. Atrapalhado? Sim. Porém um grande herói!


Callisto, no corpo de Xena, vai até onde estão Theodorus e seus homens e o mata, obtendo assim seu exército para ela. Eles seguem para Amphipolis para capturar a todos da cidade sob sua ordem.

Xena e Joxer caminham pela mata quando são surpreendidos por Callisto. Xena pergunta por Gabrielle e Callisto diz que agora Gabrielle é sua amiguinha num tom irônico.


Callisto sempre soube! Callisto é diplomada sobre a vida de Xena, sabe cutucar o calo mais latente da Princesa Guerreira.


Elas lutam e Xena domina Callisto, mas Gabrielle chega e quase a mata, o que faz Callisto fugir logo que Gabrielle sabe a verdade.


Sabe por que Callisto conseguiu fugir? Porque Gabrielle pronunciou o nome de Xena de forma bem suave quando soube a verdade e Xena se virou para olhar para ela. Essa não é a primeira vez nem a última em que Xena perde o foco para olhar para Gabrielle. Eita amor danado, capaz até de desfocar a Princesa Guerreira!







Xena, Gabrielle e Joxer chegam ao local onde todo o povo de Amphipolis, incluindo Cyrene, está preso. Eles arremessam garrafas com óleo, fazendo com que o exército, que empunhava tochas que seriam usadas para queimar aquela gente, abandonasse o local.

Xena e Callisto lutam e antes que Xena voltasse para o submundo (o tempo que Hades a concedeu chegara ao fim), ela acerta um dardo em Callisto, fazendo-a dormir e também ir para o submundo.

A mãe de Callisto aparece e ela sente culpa por todas as mortes que causou em nome de vingança. Dessa forma, ela não consegue sair do submundo, mas Xena sim. Entretanto, algo saiu errado e elas continuam com seus corpos trocados.

Ao saber que quem retornara foi Xena, mesmo no corpo de Callisto, Gabrielle se joga em seus braços.


HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA Ai ai, o que dizer? A tensão estava tão grande que, diante do alívio em saber que Xena conseguiu voltar, Gabrielle não se aguentou mesmo se tratando do corpo de alguém que fez tanto mal a ela. 






Xena e Gabrielle conversam sobre o novo corpo de Xena. Gabrielle diz que vai levar um tempo até se acostumar, ao que Xena diz para ela não pensar naquele corpo, mas sim em seu amor por Perdicas. Gabrielle olha de forma estranha e diz que vai tentar. O episódio termina com Gabrielle relatando o sonho que teve com Perdicas em forma de cântico, iniciando com “O menino que conheci, o homem que amei...”


Primeiro: Gabrielle desanimou com relação à Xena desde que ela a incentivou a se casar com Perdicas e ele morreu, isso é notável.

Segundo: Qualquer pessoa que você ama no corpo de alguém que lhe fez um grande mal não é algo tão simples de digerir. Gabrielle nem estava lembrando-se de Perdicas, Xena a fez se lembrar dele e do tal sonho.






Terceiro: É muito fácil você passar a dizer que amou alguém depois que a pessoa morre, ainda mais de forma tão violenta. E é ainda mais fácil você dizer que ama alguém quando a pessoa com a qual você imaginou tendo um relacionamento passou a habitar o corpo da pessoa que matou violentamente aquele alguém que te amava.

Quarto: Não estou dizendo que Gabrielle não amou Perdicas, porém acredito que esse amor não era amor “de casal”, mas sim por ele ser uma boa pessoa e por eles terem sido criados praticamente juntos, por eles terem uma história juntos, um relacionamento no qual Gabrielle apostou todas as suas fichas. Um amor que só aumentou depois de sua morte, confundindo Gabrielle sobre o real significado desse amor. 









Espero ter-me feito entender com os comentários acima. Talvez uma pessoa da área da Psicologia pudesse explicar melhor o que eu quis dizer. Enfim, espero que tenham gostado dessa Visão Maintexter. ;)

Até o próximo episódio, pessoal!





por Matheus Roberto





Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para evitar comentários com conteúdo chulo e ofensivo, todos serão moderados, certo?

Ѳ Comente pelo Facebook!

Ѳ Mais Vistos